“Depois do Adeus”: “golpes e contragolpes”

31 03 2016

Acabei de ver este episódio na RTP Memória. Não é fácil relembrar, sobretudo se são apenas “flashes”que vêm à memória . Nessa noite de 24 e no outro dia de manhã , tinha 20 anos , ouvíamos as notícias e esperávamos o pior : um Chile de Pinochet. Que não aconteceu, felizmente. Não vou dizer do que me lembro, talvez quando escrever as memórias, está tudo muito confuso ainda na minha memória. Sei que se esteve perto , bem perto da guerra civil. Demasiado perto. Sei que devemos a alguns muitos ou poucos a resistência ao fascismo, que devemos aos militares de Abril  o fim do regime ditatorial de Salazar Caetano, sem dúvida. Mas agora, olhando com a distância necessária, sei que devemos ao grupo de oficiais moderados que tomou conta da situação em 25 de Novembro de 1975, dos quais Ramalho Eanes é o nome que me parece mais importante, o afastamento do risco enorme que corremos de uma guerra civil com a consequente repressão, revanchismo, caça às bruxas que aconteceria fosse qual fosse o extremo que ganhasse, isto sem contar com as baixas decorrentes da própria guerra fratricida e  a esses oficiais devemos o retomar da via das eleições universais e livres para o começo de uma era de democracia ocidental, à moda europeia. Como se foram posicionando as forças políticas civis é uma história ainda por contar . Há “narrativas”* várias. Mas falta ainda o distanciamento para a objetividade necessária para ter uma ideia de como tudo se interligou naquelas horas de movimentações civis e militares variadas.

Nota: esta palavra “narrativa” não sei por que artes do demónio ficou recentemente ligada à figura de Sócrates como se fosse de sua autoria, o que é completamente absurdo. Como com tudo o mais a palavra e o seu uso em política pertence a muitos outros, tenham santa paciência. Ou seja, mais uma coisinha que é de um amigo dele…

Por isso uso a palavra “narrativa”, de outra forma, evitá-la-ia.





Hoje há luz no quintal

31 03 2016

Deve ser do sol radioso . O vento está ainda frio. Mas uma boa caminhada aquece o corpo e revitaliza a mente. E a luz aparece de novo. Serão os ventos do norte que fustigam as árvores , rejuvenescendo-as e que a alguns de nós, nos fazem sentir mais vivos e quiçá mais lúcidos? São coisas da natureza a que devemos estar atentos e das quais devemos fruir. Com a chuva também se aprende a aceitar o que se não controla, e escutar como as árvores agradecem. A Primavera a chegar. Um ano depois, passou num instante , mas houve momentos em que pensei que nunca mais chegava.
Welcome back!
🙂





Sobre sites de petições falsas

30 03 2016

Nigel Cameron é acusado de criar sites com o intuito de ganhar dinheiro vendendo os emails dos signatários, ao mesmo tempo que vende publicidade. A veracidade dos factos horrificamente “documentados” contra animais é posta em causa e o destino das petições é desconhecido, ou seja as petições serão falsas. Está uma petição contra Nigel Cameron a decorrer em change.org
Tenho estado a assinar essas petições e lutando diariamente para evitar que os vídeos pavorosos com maus tratos sobre animais arranquem automaticamente, pois não quero ver aqueles horrores. Já não é a primeira vez que vejo denúncias no facebook contra este Nigel Cameron que parece ser um nome americano falso de uma pessoa que é de nacionalidade romena, segundo essas fontes. Não sei quem tem razão, mas sei que escrevi na página do facebook desse tal Nigel Cameron a perguntar que resposta tinha ele para as acusações que lhe eram feitas. Nunca respondeu! Hoje decidi bloquear estes sites. Pelo menos dois deles. Irei bloqueá-los àmedida que aparecerem, para sempre.
A fazer fé nessas mesmas fontes que o atacam , existem sites reais de petições reais .
Citando essa petição aqui está a lista dos sites falsos e dos reais:

“These FAKE petitions damage the hard work being done by REAL charities and REAL petition sites, they also allow a CRIMINAL to earn money by selling YOUR email address to other criminals or unscrupulous individuals or companies

PLEASE check what links you are clicking on when you are facebook and other social media sites, DON’T share OR sign from any of these “organisations”

Here is a list of some of Nigel Cameron’s facebook pages:

https://www.facebook.com/yousign .org
https://www.facebook.com/OnlineShelter .org

https://www.facebook.com/kimberly.woodward.9081/about
https://www.facebook.com/groups/animalrightswarriors/
https://www.facebook.com/tudor.niciporuc
https://www.facebook.com/groups/BestAnimalPetitions
https://www.facebook.com/groups/StopCRUELTYTowardsAnimals
/https://www.facebook.com/groups/AnimalsPetitions/
https://www.facebook.com/groups/247AnimalPetitions/
https://www.facebook.com/groups/Signatures4Life/
https://www.facebook.com/groups/BestAnimalPetitions?_rdr=p

and here are some websites that give more information on the frauds:

https://heatherclemenceau.wordpress.com/2015/05/04/an-important-message-about-online-petitions-they-are-not-all-created-equal/
https://occupytexasanimalwelfare.wordpress.com/2015/03/14/you-lie-warning/

and finally, here is a list of REAL petitions sites:

http://avaaz.org
http://www.biologicaldiversity.org/action/alerts
http://www.animalpetitions.org
http://www.thepetitionsite.com
http://aldf.org/cases-campaigns/petitions
http://www.gopetition.com
http://www.peta.org/action/action-alerts
http://www.ewg.org/take-action
http://www.humanesociety.org/action
http://takeaction.takepart.com
http://oceana.org/take-action
http://forcechange.com
http://www.endangered.org/action
http://aavs.org/take-action
http://www.saynotodogmeat.com (not to be confused with the illegitimate saynotodogmeat.net)
https://www.change.org/
http://www.Care2.com





“Spotlight” um filme a não perder

29 03 2016

Realizador: Tom McCarthy

Argumento: Josh Singer, Tom McCarthy

Infelizmente , ou felizmente talvez, não é ficção. Um excelente exemplo de jornalismo de investigação .





Kyrie – Misa Criolla (Ramirez)

27 03 2016

Paquistão: 65 mortos





[Hors Gaming] “Hommage aux Habitants de Bruxelles”

25 03 2016




Hoje, je suis Marine

24 03 2016

Há alguma coisa que ela diga que seja fascista, nazi, neste discurso? Digam-me onde, pois eu subscrevo integralmente o que ela disse, e assim , fico preparada para que me chamem de extrema direita. Repito , no que ela aqui afirma em termos de ação a desenvolver estou integralmente de acordo. Estou-me nas tintas para o que pensem os meninos de esquerda lá nos seus bairros finos, ou que vivem em condomínios fechados, nas suas casinhas ou nas casinhas dos papás da alta e dos quais alguns até já têm motorista pago pelo contribuinte, pois são deputados embora ainda cheirem a cueiros.

 

Outra coisa que parece que não tem nada a ver com isto , mas tem, ou não :-). Just in case, devo esclarecer que nunca comento blogues de outras pessoas de forma anónima, uso sempre este meu mcgs7  com ligação ao meu blogue. É raríssimo deixar comentários em blogues alheios, aliás. Não uso outros pseudónimos. Nos jornais muitas vezes comento com o nome mais completo Carmo Silva, ou Maria do Carmo Gomes da Silva. Estamos entendidos? Eu não tenho receio de expressar a minha opinião. Raramente, muito raramente deixo comentários em blogues. Quando quero criticar, faço-o no meu blogue, às vezes com link outras vezes sem link, que enfie a carapuça quem achar que lhe serve. Acho interessantíssimo o facto de que algumas pessoas que são direta ou indiretamente visadas reagem mas não deixam link para o meu blogue. Porquê? Imaginem só que em muitos casos é apenas para que  o meu blogue não tenha muitas visualizações. Esta eu acho o máximo! Será que devo pagar com a mesma moeda e NUNCA colocar link? Vou pensar no assunto….