Exportemos nuvens para o Irão

30 05 2011

Notícia do Standaard on line:

Segundo o  presidente do Irão a Europa tem estado a roubar a água das nuvens que pertencem ao Irão. O fenómeno pode ser constatado pela chuva intensa que tem caído na Península Ibérica. A Europa , diz ele, tem métodos de esvaziar as nuvens que chegam vazias ao Irão.

Estou a basear-me na notícia  do Standaard de hoje que não é 1 de Abril.

Há portanto nuvens cheias e nuvens vazias. Segundo o tal senhor (de nome difícil de pronunciar), ao Irão, que sofre de seca,  só chegam as vazias pois a Europa arranjou um método de as esvaziar e por isso na Europa não é preciso construir barragens (o discurso foi feito na inauguração de uma barragem) .O cromo internacional diz que vai actuar juridicamente. Segundo  o Standaard,  mal ele acabou de falar, começou a chover.

Não sei se a Europa vai escapar deste contencioso jurídico, quanto a nós, Portugal e Espanha, eu adianto uma explicação. A Europa faz chover em Portugal e Espanha para nos prepararmos para o regime indiano de baixos salários e muita miséria. Começam por nos mandar uma espécie de monção, para espiritualmente nos resignarmos ao resto.

A monção é por muitos bem recebida, por outros nem tanto. Não será melhor  ir guardando em bidões esta água enviada pela Europa e exportarmos para o Irão para reduzir a dívida, ou em troca de petróleo? Despachar nuvens (cheias) em contentores, por camiões TIR ou em navios é mais difícil. As nuvens às vezes são mesmo grandes, ocupam muito espaço.

 Nuvens em processo (preliminar) de enchimento

Foto roubada aqui





A agressão de Marinho Pinto à minha pessoa

30 05 2011

E não se pode metaforicamente exterminá-lo? Estava eu a ouvi-lo e a passar-me pela cabeça que alegoricamente o queria esganar. A notícia que veio a seguir com uma menina de 17 (agredindo com 17 cortes a x-ato ) uma amiga de 14 (imagina-se se não fosse amiga, então a arma seria ácido oncentrado…). Afastei o mau pensamento sobre o uso metafórico que um x-ato poderia ter na figura alti-anti-falante de Marinho P. E depois de acalmar, racionalmente constatei que o argumento  contra o que disse o , passe a espressão, cromo da justiça portuguesa, estava ali, naquela notícia. Um jovem terá socorrido a vítima do x-ato tendo sido também ferido pela agressora.

O menino (defendido pelo cromo) que filmou a cena dos pontapés poderia ter ajudado  a vítima, teria força para isso, verificamos que a cena é filmada por alguém mais alto que as criaturas que confundiram  a moça de 14 anos com uma bola de futebol. O menino do vídeo não é menino, é um adulto que instigou o crime, com o acto de filmar . Talvez a lei tenha que ser mais explícita sobre o que é o incitamento ao crime. Mas ouvir o bastonário da ordem dos advogados defender criminosos em flagrante delito, que foram detidos preventivamente por ordem muito sensata de um magistrado, é demais, faz-me mal ao coração. É uma agressão física, posso jurar que os sintomas, entre os quais a subida de tensão arterial, são perigosos para a uma pessoa da minha idade. Daí o uso imaginário do x-ato (alegórico, claro), em legítima auto-defesa.





Shahid Parvez Khan e filho (Shakir Khan)

29 05 2011


Raga Bageshri (raga para a noite)





Giro: última etapa em Milão

29 05 2011

Foto: Gazetta dello sport

Classificação geral:

1 CONTADOR Alberto ESP SBS 84:05:14 0:00
2 SCARPONI Michele ITA LAM 84:11:24 6:10
3 NIBALI Vincenzo ITA LIQ 84:12:10 6:56
4 GADRET John FRA ALM 84:15:18 10:04
5 RODRIGUEZ Joaquin ESP KAT 84:16:19 11:05
6 KREUZIGER Roman CZE AST 84:16:42 11:28
7 RUJANO GUILLEN Jose’ VEN AND 84:17:26 12:12
8 MENCHOV Denis RUS GEO 84:17:32 12:18
9 KRUIJSWIJK Steven NED RAB 84:19:05 13:51
10 SIVTSOV Kanstantsin BLR THR 84:19:24 14:10

Tiago Machado manteve-se no top 20, lugar 20.





Prisão dos alarves e vários “I”s

29 05 2011

A única coisa que poderia pesar contra a aplicação da medida de coação seria o que se está a ver: a publicidade que os cobardes recebem e que fazem deles uma espécie de heróis do big brother. Mas essa publicidade será dissuasora ? Talvez o seja para o maior de idade incitador de violência (e alarvemente aspirante a camera man de reality shows, deve ahar-se bué de bom) se lhe for aplicada pena de prisão depois do julgamento com devido registo cadastral. A segunda agressora escapa-se na boa por ter 14 anos…

As escolas a que pertencem os gandulos que tencionam fazer? O comportamento cívico , mesmo fora da escola, não tem sido usado como atenuante para processos disciplinares? Por que se não faz o mesmo , agora ao contrário? Não será motivo para que se lhes levante processo de averiguações para saber se não existirão outras vítimas? Se chumbarem um anito, talvez isso acorde os pais… ou talvez nem isso, muitos pais deixam os filhos em roda livre e estão bem desde que a “criancinha” de 60 quilos (ou mais) os não espanque a eles… E os outros que assistiram aplaudindo e que já se deve saber quem são, dada a desfaçatez com que se coloca um registo destes no face book? Se lá não estão visíveis já se vangloriaram, no face book ou noutros lados, de lá ter estado e de se divertirem bué a ver duas c… ao pontapé a uma vítima mais fraca e mais nova. Não são os “assistentes” condenados por incitação ao crime e recusa de ajuda?

Quando se acabará de vez com a presunção de impunidade por se ser menor ou jovem  estudante? Chamem-me fascista, autoritária, whatever.

Devo esclarecer que não é qualquer trauma que me move. Nunca fui vítima de violência dentro da sala de aula ou fora dela. Apenas talvez no nível de linguagem usada comigo (raramente) ou entre pares (frequentemente), nível de linguagem para o qual  estabeleci sempre limite de tolerância baixo embora não de zero, pois que eles nem notam já os palavrões que usam , fazem parte da “subcultura jovem” que deve ser tolerada segundo a pedagogia dominante no ministério da” Inducação” onde estão os senhores da Bosta de Boston e outros sociólogos que conhecemos e opinam para os media. Até o director do jornal “I” acha excessiva a medida de coação. Será a letra “I” a inicial de “irresponsabilidade”? ou “Impunidade” abaixo dos 25 anos? Ou 30?

PS: uma coisa é certa , a vítima não era de etnia cigana, pois o filme e os actos nele praticados teriam uma sequência diferente a agora porventura os media estariam  a falar de outro acontecimento violento…





Música clássica indiana no feminino

28 05 2011


Veena: Gayatri Govindarajan





Giro de Itália: 20ª etapa

28 05 2011

Gazetta dello Sport:
«[…] Il bielorusso Vasili Kiryienka ha vinto al Sestrière la 20/a tappa: impresa dedicata a Tondo Volpini, compagno di squadra recentemente scomparso. Domani cronometro finale a Milano: è sfida per il secondo posto tra Scarponi e Nibali […]» (1)

Classificação da etapa:

1 KIRYIENKA Vasili BLR MOV 6:17:03 0:00 20″
2 RUJANO GUILLEN Jose’ VEN AND 6:21:46 4:43 12″
3 RODRIGUEZ Joaquin ESP KAT 6:21:53 4:50 8″
4 BETANCOURT Carlos A. COL ASA 6:22:34 5:31  
5 GADRET John FRA ALM 6:22:57 5:54  
6 SCARPONI Michele ITA LAM 6:23:01 5:58  
7 KRUIJSWIJK Steven NED RAB 6:23:01 5:58  
8 CONTADOR Alberto ESP SBS 6:23:01 5:58  
9 MENCHOV Denis RUS GEO 6:23:01 5:58  
10 KREUZIGER Roman CZE AST 6:23:19 6:16

(2)

Classificação geral:

1 CONTADOR Alberto ESP SBS 83:34:25 0:00
2 SCARPONI Michele ITA LAM 83:39:43 5:18
3 NIBALI Vincenzo ITA LIQ 83:40:39 6:14
4 GADRET John FRA ALM 83:42:14 7:49
5 RODRIGUEZ Joaquin ESP KAT 83:43:52 9:27
6 RUJANO GUILLEN Jose’ VEN AND 83:44:48 10:23
7 KREUZIGER Roman CZE AST 83:45:03 10:38
8 MENCHOV Denis RUS GEO 83:45:16 10:51
9 KRUIJSWIJK Steven NED RAB 83:47:21 12:56
10 NIEVE ITURALDE Mikel ESP EUS 83:47:22 12:57

Tiago Machado no top 20, posição 20.

Notas:

(1)Tondo Volpini faleceu há dias num acidente doméstico grave. A vitória foi-lhe dedicada pelo vencedor da etapa. O giro está um pouco mórbido.  Esperemos que na etapa de amanhã possa haver festa.

(2) Rujano , que chegou em segundo lugar, é um fenómeno. Teoricamente eu deveria conseguir fazer o que ele fez (se tivesse a idade dele, o treino e  não fumasse). O rapaz tem quase o meu peso (ele um pouco menos) e  eu tenho quase a altura dele (ele um pouco mais).

A minha ficha técnica fica por aqui. É que falta o batimento cardíaco e a capacidade torácica.