EUROSTAT: alguns gráficos

30 06 2015

Percentage population at-risk-of-poverty
at risk of poverty europe

ver original para valores individuais dos países, interessante verificar: Grécia 23,1; Espanha 20,4; Itália 19,1; Portugal 18,7; Irlanda 14,1; Alemanha 16,1; Holanda 10,4

PIB per capita em paridades de poder de compra
pib per capita ppc

ver original para valores individuais dos países
EU28 = 100 Portugal 81,1 ; Grécia 86,2 ; Irlanda 120,7; Alemanha 101,5

Pirâmide etária Europa 2001-2013
Population_pyramids,_EU-28,_2001_and_2013_(1)_(%_of_the_total_population)_YB14 (1)
link para a fonte

Anúncios




Vangelis: Memories Of Blue

29 06 2015


Oregon ou outra costa qualquer , o mar é o mesmo, “um só oceano”.





O lince ibérico parece uma foca , Grécia e Kafka à beira-mar

23 06 2015

A notícia é interessante e a incongruência é explicada no artigo do Público:


Lince ibérico deixa de ser uma espécie “criticamente em perigo”
RICARDO GARCIA 23/06/2015 – 08:21
Ligeira melhoria da situação dos linces é uma das novidades da revisão da Lista Vermelha de espécies ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza.

Será novo estilo de marketing? Resultou fui ler. Mas acho que iria ler na mesma já que não acredito na redução de perigo de extinção do lince. Talvez se controlarem mais apertadamente a caça ao coelho, o animal tenha hipóteses. Temos pelo menos 1 milhão de caçadores em Portugal Um milhão de caçadeiras e isto se cada um só tiver uma- é um caso a estudar, o reduzido número de homicídios apesar disto, mas isso é outra história. Aqui nas minhas redondezas mataram tudo : javalis (que por acaso estão protegidos…), raposas e coelhos, já nem falo das perdizes pois há milénios que não vejo nenhuma por estes lados. Claro que basta darem cabo do coelho para a raposa e o gato bravo desaparecerem num instante. Também a substituição da floresta autótone ou de pinhal por TALHADIA de EUCALIPTO também contribui em muito para que a fauna toda se desequilibre. Por isso acho que são uns líricos aqueles que acham que o lince ibérico tem hipóteses. Só se for em Espanha , do lado de cá da fronteira, só as boas vontades e a criação em cativeiro não chegam. Eu desafio todos os que me lerem a dizer se alguém alguma vez avistou, nem que seja de relance o felino ibérico tão ameaçado. Mas é preciso que confirmem que era mesmo lince e não um ou outro gato bravo que ainda vai escapando, também muito esquivo e acossado mas vai sobrevivendo segundo dizem por aqui.

Estão a ver que consigo falar de outras coisas diferentes do tema da Grécia? Não há aqui metáfora nenhuma, escusam de procurar , pelo menos da minha parte.Estou a falar do lince e da estupidez humana, só isso e talvez só aí haja um ponto comum com o outro assunto. Agora me lembrei , há também o facto de ser preciso gastar dinheiro para manter o lince , senão extingue-se 🙂 Meninos, toca a preparar a bolsa para uma vez mais fazer face à nova onda de cortes que aí virão em refluxo da questão da …. Grécia. Quem vai pagar o IVA especial para a electricidade grega, quem acham que vai ser que vai pagar isso? O contribuinte alemão, claro, mas a esse já não faz muita diferença, quem vai pagar e sofrer somos nós pois os juros da dívida vão aumentar por certo. Todos (ou seja, os “mercados”) sabem que há limites para a paciência e por aqui também há quem não goste de austeridade (gente de gostos esquisitos, pois a austeridade é algo de delicioso como todos sabemos). Agora sim estou a falar da Grécia. E de Portugal.

Mudando de assunto, acabei de ler o livro de Murakami. O livro , Kafka à beira-mar agarra mesmo, não consegui parar de ler. Acho que pode dar-se o caso de não ter percebido metade, não interessa. Alguns factos ou sonhos revoltam as entranhas, ou são “gráficos” como dizem os americanos antes dos documentários mais ousados ou violentos, ou a moral que tenho tão instalada que é visceral fez-me rejeitar quase fisicamente o que estava a ler. Sofri na leitura de alguns capítulos, mas talvez tenha absorvido também algo da personagem de nome Nakata, espero bem que sim. As metáforas , que constituem o livro todo, arrisco a dizer….preciso de tempo para entender. Posso dizer que é autor que vou ler mais.

PS: Entretanto o Público já colocou uma foto do lince em vez da otária de Guadalupe 🙂





Beethoven: Trio Arquiduque

21 06 2015

A obra e versão mencionada por Murakami no livro Kafka on the Shore





Mais um desabafo … sobre a Grécia e não só

20 06 2015

Todo este tempo perdido e a chantagem que a Grécia está a fazer sobre o Eurogrupo só prova que a Merkel quer os pintaínhos todos debaixo da asa. Ou quem acham vocês que está a impedir que o assunto se resolva de vez, ou seja, da forma como o próprio Syrisa prometeu: A SAÍDA DA GRÈCIA do euro ? Claro que os mercados estão nervosos e quem paga ? Não são os gregos que estão levantar o dinheirinho dos bancos, por si só a provocar o descalabro financeiro, coisa que os Portugueses nunca fizeram, pelo menos em massa. Os Gregos pagarão de uma forma ou de outra. Neste momento quem está já a pagar somos nós. Os juros da dívida portuguesa já aumentaram. E querem os meus amigos de esquerda que o governo português se solidarize com a Grécia… como ? Para irmos todos a correr pelo abismo abaixo? Tipo porcos possuídos pelo diabo ( a referência, para os meus mui sábios amigos de esquerda, é de uma passagem do novo testamento que não conhecerão, nem vale a pena ir à procura da referência exacta dado que ninguém se interessa por essa parte do saber, que decartam como se de lixo se tratasse, ou não existisse, o que ainda é mais grave; o mesmo fazem em relação ao real que lhes entra pela porta adentro e isso ainda é mais grave). Esses meus “amigos” estão a levar-me a um isolamento voluntário. Há tabus entre nós e isso é o princípio do fim de uma amizade verdadeira. Mas é isso que faço- tabus. Não aguento mais esta cristalização de opiniões. Cristalização? Não é bem a palavra certa pois isso implicaria uma ordem argumentativa, uma lógica. Ora as opiniões não estão cristalizadas, estão empedernidas, amalgamadas pelas emoções de um passado “revolucionário” já distante, ele próprio cheio de ensinamentos que ninguém ainda . da esquerda, pois é dessa que estou a falar (é de lá que venho na minha juventude)- teve a coragem, a objectividade , a lucidez ou a capacidae de sistematizar. Se estou na direita? Não sei nem quero saber. Não estou em partido nenhum. Sei algumas coisitas de economia real e procuro manter a LUCIDEZ. MERDA!





Uma obra e uma “peça” para ler

16 06 2015

Ando a ler uma obra e uma peça, uma a sério , mesmo boa, a outra é penosa de ler e reservo os comentários para o blogue daqui a uns dias. Quanto à primeira, devo dizer que há muito que não lia um livro, mas parte da família anda a ler o Murakami e a dizer maravilhas. Já há uns bons anos que me tinham oferecido o livro “Kafka à beira-mar” e fui sempre adiando a leitura. Não apenas desse livro, a verdade é que tenho lido muito pouco. Comecei há dois dias por influência não apenas da família, mas também dos gatos, o pequeno porque não dá para ver televisão, enquanto se toma conta dele mas dá para ir lendo, o grande por ser parecido com o da capa do livro, muito parecido (só que o meu tem os olhos com uma zona de azul turquesa em torno da íris).
A outra peça que é de teatro, só pode, é o Programa do PS. Desta vez vou ler tudinho, depois comentarei, não literariamente pois para tal sou incompetente, mas no conteúdo económico da “coisa”. Pois também há uma “coisa ” para os lados do PS, uma espécie de aliança interna, pois esta “peça” foi aprovada na convenção com apenas um voto contra (já agora, os meus parabéns à coragem da colega de profissão, Rosário Gama) e algumas, poucas, abstenções .





Tchaikovsky Manfred Symphony

13 06 2015


Maestrina Xian Zhang