Época maravilhosa, melhor ainda quando acabar e adoro este país….

31 12 2017

Maravilhosa época! O trânsito nas estradas, as filas nos supermercados, a carne que queríamos e já não há, o peixe que já foi todo escolhidinho, o álcool na estrada, tudo maravilhas da época. Se me apanho na próxima semaninha com a vida a retornar ao normal…. Enfim, nunca estou satisfeita. O tempo pegajoso, tropical que me enerva. Quero Inverno , será que estou a exigir muito já que estamos quase em Janeiro? Será pedir demais? A chuvinha, dessa gosto, venha mais, venha todos os dias até ao próximo Setembro, não me importo nada, nadinha mesmo, mas a temperatura alta para a época irrita-me.

A água fornecida pela câmara é intermitente. A eletricidade, calculo que fornecida pelo monopólio EDP, apesar da faturação ser de outra empresa, também vem intermitente. A internet da MEO  é fraca, a televisão por ADSL também deixa a desejar. Viver em Vila Nova de Poiares quanto a estes três fornecimentos é como viver na Índia  ou ainda pior. Mas quem disse que estou num país desenvolvido? Fui viver para o Portugal profundo a 25 km de Coimbra e a 70 da praia, mesmo nas profundezas da interioridade! Mas o que querem os meus conterrâneos é a autoestrada a passar em Vila Nova de Poiares, que lhes interessa o saneamento básico, que lhes importa que a merda escorra pelas ruas, pois as fossas não aguentam tanta água e tanta merda… A quem incomoda não ter água nas torneiras, pois a tubagem é velha, feita à pressa depois da revolução? Quem se importa com a luz vir intermitente arriscando a rebentar com os eletrodomésticos ? Água e luz que têm de ser fornecidas em simultâneo nas horas de vazio para beneficiar da taxa reduzida com as máquinas da roupa e da louça … Que lhes importa isso, se tiverem uma autoestrada que ninguém vai usar pois têm de pagar portagens e continuarão a ir todos os dias pela estrada da morte (mais uma das muitas que temos) , o IP3 ,onde conduzem como se estivessem numa autoestrada?

Adoro este país. Trabalhar ao sábado é algo que acham sacrilégio e abrir de manhã já é um sacrifício insuportável. Imagine-se, ter de fazer negócio, que grande chatice! E o comércio tradicional continua na mesma senão , não seria tradicional…. Ninguém abre ao sábado à tarde, ganhando o chinês e as grandes superfícies. Depois reclamam que os chineses isto, as grandes superfícies aquilo…. E sob este pretexto do trabalho ao sábado, não descansarão enquanto a Autoeuropa não abandonar o país ou entregar o projeto do novo modelo ao Brasil, já que em Barcelona, os baronetes andam a brincar às independências…. A saída da Autoeuropa  significará para nós  a perda de 40 mil postos de trabalho , mas o nosso PCP precisa é disso, quanto pior melhor! Isto anda a correr bem demais, não é?  Precisam de tornar isto mau, muito mau, não vá alguém das hostes deles ou próximo começar pensar que o sistema é mau, mas não há outro melhor ou, pior ainda , não vá alguém achar que o sistema de contratos por empresa com comissões de trabalhadores a colaborar com a administração, enfim, o modelo alemão, é melhor do que o sistema de supersindicatos e hiperfederações de sindicatos impondo tudo igual incluindo os horários para todas as empresas!

Adoro este país de baronetes comunistas e esquerdalhos que não usam sal, mas flor de sal, que não usam vinagre de vinho ,mas vinagre balsâmico do Olimpo, que se insurgem contra os réveillons com trufas, consumindo antes o mais democrático caviar!

 

 

Anúncios




Agora em Inglês

25 12 2017

A voz que devia ter ganhado o The Voice, mas que não tinha hipóteses à partida …





Canção de Natal em Português

25 12 2017

 

Bom dia de Natal e já agora votos de recuperação rápida do nosso artista que canta com  alma.





Lapinha 2017: Boas Festas a todos!

21 12 2017

IMG_2017_12_15_5654

IMG_2017_12_15_5651

IMG_2017_12_18_5664

IMG_2017_12_18_5663

IMG_2017_12_18_5668

IMG_2017_12_18_5660

IMG_2017_12_18_5661

 





Lapinha 2017: 1ª etapa com ajudante

18 12 2017

verificando

um pouco cansado

nada como uma soneca para retemperar as forças

já retemperado

ensaiando um novo número de circo natalício ou agitando as águas (o mar estava bem mais calmo antes)

 

(continua)

 

Guardar





A fatura dos crimes ambientais

10 12 2017

Continuem a construir vivendas na duna (embora aquelas de São Pedro de Moel já sejam mais antigas, por assim dizer) e estradas em vias de água que vão no bom caminho. Continuem a devastar a floresta como fizeram também em São Pedro de Moel, que vão na via certa. Segue-se a Pedra do Ouro com as suas vivendas penduradas na arriba, na duna alta frente ao mar , arriba que só o pinhal e arbustos seguravam, pinhal e arbustos que deram lugar às vivendas num processo de licenciamento da Câmara de Alcobaça que me cheirou muito mal quando as vi construir e ainda cheira muito mal. Só espero que o dinheiro dos meus impostos não vá servir para reconstruir a estrada em São Pedro exatamente no mesmo sítio. Não deve haver alternativas para aquelas vivendas … Sabem que mais? vão a pé, recuem o quintal uns bons metros, comparticipem na consolidação (se possível) da duna onde construíram e vão preparando a evacuação da vivenda a prazo pois se é no sítio que penso aquilo só poderá piorar. São casas que em aluguer temporário rendem uma fortuna ( a Câmara da Marinha Grande sempre foi mais responsável no licenciamento de novas construções, por isso os preços dos terrenos urbanos e das rendas são muito elevados em São Pedro), podem bem fazer as obras!!! Pouco solidária? Desculpem mas estou fartinha de prever coisas que qualquer engenheireco podia prever. Quem ganhou com as casas em São Pedro que pague!!!!! O mesmo na Pedra do Ouro. O mesmo em relação ao eucaliptal ! Quem enriqueceu com o eucaliptal que pague as casas ardidas por culpa dos seus eucaliptos, pois outra floresta não arde assim. Outra floresta , está incorreto pois a talhadia de eucalipto não é uma floresta. É uma plantação , é uma indústria de produção de material lenhoso altamente lucrativo e altamente combustível . O mar de eucaliptos era um gigantesco paiol e resultou no que sabemos, com as vítimas mortais  que conhecemos!!!!

INSISTO: há que responsabilizar quem ganha com as construções irresponsáveis e não penalizar os contribuintes que pagam sempre tudo!!!!!! Há que responsabilizar os grandes proprietários de eucaliptal e as CELULOSES pelos prejuízos causados pela mono produção em regime de TALHADIA de eucalipto!!!!!!!! E mais acrescento que o Pinhal do Rei estava rodeado por terrenos particulares COM EUCALIPTOS . E foi assim que o pinhal ardeu em fogo de copa. Não tentem convencer-me de que foi só o mato, pois eu não acredito. O pinhal do rei , sem eucaliptos à volta ardia rasteiro como nos outros anos. Claro o dia 15 foi especial. Mas já houve outros assim. Dizem que foi uma queimada, mas se não fossem os eucaliptos não teria imediatamente pegado às copas!!!!!!!! Eu não estava lá mas conheço a Burinhosa onde começou o fogo!

Vai haver mais aluimentos de terras, a Natureza não esquece e há dias maus, com vítimas ou sem elas. A construção em linhas de água , a impermeabilização de áreas extensas não adequadas à construção têm consequências. Os fogos deste ano não são resultantes de queimadas ou incúria , antes da mão do imbecil que lá colocou o fogo criminoso há outro crime: o crime ambiental de se ter transformado o país no paiol referido. As terras não deslizam por azar ou por serem fenómenos cíclicos naturais. O fogo, os aluimentos são fenómenos naturais? Pois são mesmo : e digo mais , acontecem de certeza só não sabemos as datas e a hora.

São  os dias  e as horas em que a Natureza resolve apresentar a fatura à cobrança!!!!!!





Lições sobre psicologia dos cães

9 12 2017