Wagner – Gotterdammerung – Siegfried’s Funeral March

29 11 2008

A tetralogia Der Ring des Nibelungen (O Anel do Nibelungo) era uma das músicas de que meu pai gostava especialmente. O Ouro do Reno, talvez a sua preferida da tetralogia. Não gostava especialmente de operas, acho até que nunca assistiu a nenhuma ao vivo.
Aqui fica em sua homenagem, o excerto para mim agora mais significativo de toda a obra. A marcha fúnebre de Siefried da última opera da tetralogia, ou seja, “O Crepúsculo dos deuses”.





Anoushka Shankar – Your Eyes (Concert For George 2002)

29 11 2008

Penso neste dia no meu pai que partiu a 29 de Novembro de 2005.

Há sete anos, George Harrison partiu cedo demais. Mas é sempre cedo demais.

Homenagem também a todos os mortos dos recentes ataques terroristas na India.





Revisões e o meu caso pessoal (que é sempre o que dói mais)

29 11 2008

Estive a reler este texto de professores do 10º escalão da José Falcão, Coimbra, publicada no Umbigo. Um texto magnífico versando um problema que me toca directamente. A questão colocada em tribunal tinha pernas para andar. Só que os advogados são caros, a reclamação só pode existir depois do acto administrativo concluído, ou seja a classificação atribuída na avaliação, acho eu, a contestação de júri pode ser uma das peças, mas pessoalizaria a acção judicial. Coisa que não quis fazer. Não me sinto de momento com a necessária saúde mental para levar tal acção a bom termo. E assim é que, sendo titular e estando no 10º escalão, no 3º escalão dos titulares pois já tinha o índice 340, resta-me a saída do rato no labirinto que não tem saída, sem ser a porta por onde entrou. Essa saída usarei se me deixarem, já que a lei da reforma antecipada ultra-penalizada não deve desaparecer tão cedo e a mim basta-me que se mantenha até ao dia 2 de Janeiro de 2010 (desculpem o egoísmo mas hoje estou assim, ainda não cantei o mantra nem fiz o exercício matinal de yoga). Entretanto estou a tratar da saúde mental , a ver se não vou para Rilhafoles agora ou em 2010. Em 2010 queria tentar outra coisa, o ensino privado, a agricultura biológica, o turismo de habitação, a colaboração em actividade editorial, qualquer coisa que não isto em que se tornou a escola pública. Portanto, o 4º escalão dos titulares pode Vossa Ex.a Srª Ministra colocar onde lhe parecer melhor. Eu declino tal honra, já que eu sou um(a) do(as) tais que amarinhou por aí fora sem mérito nenhum até ao 10º escalão como Vª Exª tem dito por aí.





Plataforma não abdica da suspensão

29 11 2008

“As organizações que integram a Plataforma Sindical dos Professores reuniram (28/11/2008) com o Ministério da Educação. Nessas reuniões, que tiveram lugar em quatro mesas separadas, foi colocada a exigência de suspensão do actual modelo de avaliação que o ME rejeitou. Por essa razão, não foi entregue ao Ministério o documento em que a Plataforma Sindical apresentava as suas propostas para desbloqueamento da actual situação que opõe o Ministério da Educação aos Professores e Educadores.

Esse documento apresentava o seguinte conteúdo: (…)”

ler mais no site da Fenprof





Leonore Overture N° 3 (Fidelio)

28 11 2008

Única opera de Beethoven, sendo o libreto uma história de luta pela liberdade. Recordo que o herói Fidelio é uma heroína : Leonore.





Fidelio Ouverture (Beethoven)

28 11 2008




Carta ao Pai Natal?

28 11 2008

A colega Fátima Inácio Gomes escreveu uma vez mais ao PR. A carta está bem escrita, límpida, lógica e forte na argumentação. Compreendo o imperativo categórico de a escrever, enquanto profissional e cidadã, tendo em conta a missão do PR. Mas o PR está na linha deste governo , quer sobretudo domesticar os professores e reduzir o orçamento da educação, não lhe interessam pormenores da educação pública já que, se não me engano muito, ele também prefere a educação privada e os cheques-ensino.Infelizmente eu acho que teve mais eficácia a óptima intervenção de Fátima Inácio Gomes no programa “prós e contras” do que esta carta alguma vez terá.