Empreendedorismo…

28 11 2013

Uns dedicam-se às exportações, outros às invasões, outros às evasões, outros às greves, outros são muito criativos em criar “provas de acesso” para profs, outros ainda muito diligentes em corrigi-las … e outros vão apanhando umas olivas, perdão umas azeitonas.

Mas vamos ao que interessa: quanto ao azeite só chegaremos aos 100 kilos de olivas (gosto deste nome, pronto), o que significa que não vamos provar do nosso azeite, considerando que os lagares só espremem a partir de 400 kg… ou seja vou ter de levar azeite que resulta de mistura com as azeitonas alheias … e isto num lagar que encontrei em Miranda do Corvo, nos outros contactados entrega-se a azeitona e leva-se um azeite qualquer… enfim coisas do Portugal “profundo” (adoro este adjectivo num país com cerca de 200 km de largura…). entretanto, quanto ao outro Portugal profundo, Belmonte, vi melhor: há umas oliveiras em Belmonte, vê-se no genérico uma pequena mancha daquelas árvores mantidas anãs para a colheita mecânica. Mas aquela herdade continua um mistério ,todos vão até a Estremoz um pulinho, tenham carro ou não. Será que a carreira do Barraqueiro passa pelo solar e pelo moinho?

Anúncios




Penoso mas poderoso anti-stress… no minifúndio

24 11 2013

O trabalho de apanhar azeitonas … com varas e um pente. Sim um pente.
E tem que se trabalhar depressa pois as horas de sol são curtas.
Vamos a ver quantos litros de azeite dará. Gostavamos de ter um mini lagar. Mas não temos. Por isso, teremos que mandar esmagar num lagar e pagar… o que resulta num rendimento do dia de trabalho ao nível da Índia… Aqui no minifúndio, não estou a falar das herdades dos Belmonte… por acaso ainda não vi o olival,só vinhas e chaparros. Vou estar atenta. Por falar nisso, então a Julieta vai matar o cavalo, e eu que pensava que o rapaz ficava sem nenhuma e se casava com o cavalo… enfim, devo confessar que foi inesperado, e assim a novela continua a prender a audiência…entretanto vou anotando a publicidade descarada em pleno enredo. O mínimo que se exigiria seria um aviso de que haverá menção de marcas, empresas e produtos…

A canção é da Beira Baixa ou do Alentejo? Não interesa , é portuguesa e todos sabem pelo menos umas linhas da letra.





Feeling blue

18 11 2013




Anoushka Shankar, Norah Jones: “Traces of you”

5 11 2013