Hoje, je suis Marine

24 03 2016

Há alguma coisa que ela diga que seja fascista, nazi, neste discurso? Digam-me onde, pois eu subscrevo integralmente o que ela disse, e assim , fico preparada para que me chamem de extrema direita. Repito , no que ela aqui afirma em termos de ação a desenvolver estou integralmente de acordo. Estou-me nas tintas para o que pensem os meninos de esquerda lá nos seus bairros finos, ou que vivem em condomínios fechados, nas suas casinhas ou nas casinhas dos papás da alta e dos quais alguns até já têm motorista pago pelo contribuinte, pois são deputados embora ainda cheirem a cueiros.

 

Outra coisa que parece que não tem nada a ver com isto , mas tem, ou não :-). Just in case, devo esclarecer que nunca comento blogues de outras pessoas de forma anónima, uso sempre este meu mcgs7  com ligação ao meu blogue. É raríssimo deixar comentários em blogues alheios, aliás. Não uso outros pseudónimos. Nos jornais muitas vezes comento com o nome mais completo Carmo Silva, ou Maria do Carmo Gomes da Silva. Estamos entendidos? Eu não tenho receio de expressar a minha opinião. Raramente, muito raramente deixo comentários em blogues. Quando quero criticar, faço-o no meu blogue, às vezes com link outras vezes sem link, que enfie a carapuça quem achar que lhe serve. Acho interessantíssimo o facto de que algumas pessoas que são direta ou indiretamente visadas reagem mas não deixam link para o meu blogue. Porquê? Imaginem só que em muitos casos é apenas para que  o meu blogue não tenha muitas visualizações. Esta eu acho o máximo! Será que devo pagar com a mesma moeda e NUNCA colocar link? Vou pensar no assunto….





Se for verdade, os Estados devem assumir responsabilidades

24 03 2016

Já nos atentados de Paris se referiu o facto de um dos autores estar sinalizado pelas autoridades turcas que informaram as autoridades do Estado europeu de onde era nacional esse verme . Neste último caso em Bruxelas, um dos irmãos El Bakraoui, que se fizeram explodir foi recentemente recambiado da Turquia para a Bélgica com informação às autoridades belgas. Esse esteve preso há uns anos por assalto na Bélgica, saiu a meio da sentença, e foi então para o treino na Síria ou noutro desses países, não interessa , o que interessa é que essas viagens eram conhecidas pelos turcos que avisaram devidamente as autoridades belgas que NADA fizeram , ele entrou sem problemas na Bélgica para fazer aquilo que vimos.
Está na altura das famílias pedirem indemnizações aos Estados responsáveis por estas omissões, incompetências , negligências, “tolerâncias” que os tornam cúmplices por negligência!