Efeito dominó?

27 12 2008

 

Haverá concurso para o melhor vídeo de alarves mais ou menos imberbes atacando, ridicularizando ou ameaçando profissionais de educação a quem deveriam obediência se não estivessemos num país que parece um gigantesco parque infantil?
Num ambiente de impunidade quase total, em que a pena máxima é ser transferido de escola em vez de simplesmente expulso de todo o sistema educativo durante todo o resto do ano lectivo (sem poder auto propor-se a nenhum exame, obviamente), ninguém explica a estes campeões do embrutecimento que são apenas isso e não revelam qualquer imaginação nem coragem na transgressão já que não correm qualquer risco de monta?
Ninguém está disposto a banir do ministério da educação todos os defensores do eduquês que, em Portugal, provém das “Ciências da educação” e é simplesmente aplicado contra a vontade dos professores que defendem a disciplina, ou seja, que defendem as correspondentes sanções para aqueles que a ela se não adaptem, e que vêem a disciplina e o respeito da regra como parte integrante do respeito geral pelo outro e que acham que esse processo de responsabilização faz parte da formação do cidadão?
A impunidade está a criar um tipo de jovem imbecilizado, embrutecido, achando piada à grosseria abortalhada, tipo… altamente, tá-se bem, não há crise, foi bué !

Em muitas , em demasiadas escolas, estão no poder pessoas que desculpabilizam todo o comportamento desviante ou mesmo já desviado por parte dos alunos, há demasiada complacência , para não dizer cumplicidade! O ME será o primeiro responsável por este estado de coisas com um estatuto do aluno laxista. Mas não é o único.

Acho que houve e continuará a haver um efeito dominó decorrente do “hit” do dá-me o telemóvel, já!. E não é só no Norte. O you tube está cheio dessas maravilhas. E os autores mostram não ter qualquer receio de penas pois sabem que não serão aplicadas. Altamente!

Estou assim em acordo com o que escrevem o Reitor e o Director Geral sobre esta questão.





Adestes fideles e cantos de Natal de síntese cultural

25 12 2008




Interessantes estes dois últimos vídeos, talvez um encontro, uma sintonia e a paz sejam possíveis, um dia…





Noite de Paz

24 12 2008

Na versão original em Alemão

Em Português (do Brasil)


Em Holandês

Texto em Alemão e Inglês





J. S. Bach-Weihnachtsoratorium “Schließe, mein Herze”

24 12 2008


Michael Chance w/Orchestre du Collegium Vocale, Ghent/Ph. Herreweghe (1989)
Translation:
Enclose, my heart, this blessed miracle
Firmly within your faith!
Let this miracle, these divine deeds
Ever serve to strengthen
Your weak faith!





Rios Sagrados,”stress management” se preferirem, expressão aliás muito “in”

20 12 2008

Depois do mantra, façamos silêncio, interno, talvez consigamos ouvir o voo das aves…no céu azul, voando com elas.





Um dos outros lados do morro de Davos

16 12 2008

Testosterona, adrenalina q.b. e outras drogas mais ou menos naturais… mais o catálogo de armas de fogo mais ou menos ligeiras…no morro a crise é sempre a mesma.
Business as usual, after all, is it not, Davos billionaires? As you all have high IQs , are successful self-made men, and have by no means contributed  to this crisis, could you please tell us who and what makes the present crisis different from usual business cycle that, as usually,  combines welfare with warfare and poverty? 

 What is now different? Have you lost some extra million peanuts? Does this crisis brings you extra thrill?
Dá-vos mais pica?





Participe na festa de adrenalina: a crise financeira e tu, tu e Davos, tu, a crise e Davos no You tube!

16 12 2008