O final do Anel , versão dinamarquesa….

2 12 2016

Verificaram , se viram até ao fim a versão do Copenhagen Ring,  que não é assim que acaba o original do Anel do Nibelungo, com a Valquíria a ter um bébé do Siegfried…🙂 O que eu achei? Achei uma versão interessante mas um pouco louca do Anel e por isso não me espantei com a diferença no final.  A Valquíria não se imola com o Siegfried. Também não me apercebi bem se foi feita a devolução do anel ao Reno…. e as ninfas do Reno como velhas mulheres da vida , Siegfried tão ingénuo que mete dó, bem, tudo muito vanguardista, pena não ter vagar para refletir sobre qual a mensagem, sobretudo quando a legendagem é tão má que é melhor tentar perceber o Alemão…

Acho que Wagner não acharia graça, mas não se revirava no caixão. Penso que a volta no caixão deu-a de certeza uns bons anos atrás,  quando Hitler fez de Bayreuth um dos seus instrumentos de propaganda. Leiam a biografia de Wagner e façam o vosso juízo. Foi mal interpretado já em vida, mas não assistiu a uma subversão tão grosseira da sua arte como a que aconteceu na época mais negra da história da Alemanha.





Problemas com a coroa

30 11 2016

Em 1998, quando estive a viver no Reino dos Países Baixos, coloquei duas coroas em simetria no maxilar inferior que me custaram muito a pagar pois tive de adiantar a totalidade do preço, embora a ADSE tenha comparticipado depois. Uma  das ditas coroas foi-se há um ano, pois desenvolvi uma infeção que enquistou debaixo da coroa e sofri muito mesmo. Depois de me tirarem a coroa, o alívio da dor foi quase imediato, era a pressão que me provocava dores terríveis. Essa dita coroa durou portanto 17 anos. A outra ainda cá ficou e muita falta me fará se tiver de ser retirada. Mas algo se está a passar de errado, desta vez na gengiva mas,felizmente ,do lado de fora da coroa. Vou-me preparando para me despedir dela… O dentista holandês tinha-me dito que durariam à volta de 15 anos. Por isso não me posso queixar. Não me pareceu nada de errado nas coroas que se mantiveram estes anos todos bem agarradas, mas calculo que seja sinal de algum desgaste o facto de deixarem que infeções se desenvolvam debaixo ou à volta dela.

O que contei não é uma metáfora, juro que não,  mas se quiserem podem sempre  especular… sobretudo se acharem que sabem tudo sobre os reinos vizinhos …

Pensavam que ia falar na atitude do Bloco de Esquerda hoje no Parlamento face ao chefe  de Estado do país soberano e e de regime constitucionalista que se chama Reino de Espanha? Pois sobre isso só digo que nem sei como hei-de classificar  tal comportamento , por isso faço um resumo: o que fizeram foi grosseiro,  infantil , ridículo, revelando simplesmente falta de educação.

Retomando o assunto com que abri o post , tenho ainda esperança de que a infeção na gengiva desapareça sem ter de remover a coroa que me permite processar os alimentos quando o menu contém carne . Posso perfeitamente sobreviver sem carne, mas não vivendo sozinha isso complicaria até porque quem cozinha cá em casa é o meu companheiro e cozinha muito bem. (Vá meninas , não sejam invejosas, a inveja é um sentimento muito negativo🙂 )

 

 





O Anel do Nibelungo IV: Crepúsculo dos deuses 2ªparte

30 11 2016




O Anel do Nibelungo IV: “Crepúsculo dos deuses” parte 1

29 11 2016

In memoriam : Pensando em meu pai, o que acontece todos os dias, mas de modo especial em Novembro, o mês em que partiu, coloquei nos últimos dias a série do Anel dos Nibelungos (a obra de que ele tanto gostava, sendo o Ouro do Reno a sua ópera preferida da tetralogia) de modo a que a IV parte, o Götterdämmerung, coincidisse com a data em que faleceu há 12 anos.
Em homenagem e expressão de saudade imensa.





O Anel do Nibelungo III: Siegfried 2ª parte

26 11 2016




76 anos de energia ! Tabaco, açúcar, etc: considerações sobre a “saúde” em geral

25 11 2016

Gosto desta canção por isso ponho esta. Na net circula um vídeo que é recente em que ela atua mais ou menos com a idade que tem: 76 anos. Invejem-se meninas e meninos que aos 40 e 50 já se dizem velhos ( muitos deles e delas, aliás, começam velhos aos 14, 15, 16 ,17 aninhos de indolência e aborrecimento com a vida onde tudo lhes foi dado, foram levados à escolinha e às “atividades” de pópó.., têm comida no prata e roupa lavada e telemóveis independentemente das notas na escola e no entanto, sentem que tudo e todos, principalmente a vida está contra eles… (tadinhos tadinhos…).
Façam exercício, agarrem na bicicleta, mesmo a fixa lá em casa, se não se atrevem (como eu) a enfrentar de bicicleta o trânsito doido dos automóveis em Portugal ou as subidas e descidas. Já vai havendo ciclovias que são usadas sim , mas não muito, só aos fins de semana. Que seja ao fim de semana. E já agora, cuidem-se na alimentação. A obesidade mata, ou seja o açúcar mata, os hidratos de carbono transformam-se em açúcar, matam por excesso de gordura, pois o açúcar não causa só diabetes , transforma-se em gordura que se acumula onde não deve, como por exemplo nas artérias e o excesso de colesterol mata e não vejo fotos de meninos obesos nos invólucros dos chocolates, das gomas e semelhantes, dos gelados, das batatas fritas! Não vejo fotos de coronárias obstruídas nem nesses produtos nem nos mac’s kings dos hamburgers, nos talhos na parte das carnes gordas e nas vermelhas. Não vejo o conteúdo de antibióticos das carnes todas e do peixe de aquicultura, só sei das estatísticas dos casos de bactérias multi-resistentes… Só vejo pulmões com cancro nos meus maços de tabaco para os quais çksrqqqqq””””””””””””””””””””””’ (isto foi o meu gato obeso😦 a passar pelo teclado, onde queria permanecer mas não deixei) pago quase 90% de impostos. Ou seja contribuo para o SNS que me desdenhará se disser que sou fumadora, mas não desdenha quem come em excesso produtos de IVA reduzido e sem imposto especial como deveriam ter todos os produtos com açúcar, com colesterol elevado ou oriundos de manipulação química, seja ela antibióticos , rações para engorda de gado cujo conteúdo ninguém conhece , hormonas para engorda e produção de mais leite…
Quanto à obesidade das crianças, sim preocupa-me tanto ou mais do que a fome. A fome deveria e poderia simplesmente acabar , bastaria querer, não me venham com o problema do deficit orçamental. Temos a esquerda no poder: o que fazem por isso? A obesidade essa é mais complicada não se pode mesmo acabar de vez apenas com algumas medidas. É um trabalho mais longo, muito mais longo, como todos sabemos.





O Anel do Nibelungo II Siegfried 1ª parte

24 11 2016


As legendas são para esquecer, tradução google ou coisa do género, mas esta versão moderna é interessante.