A dívida e a avestruz lusitana… e a reestruturação

23 08 2014

Há por aí uma “maturidade ” da dívida a cair em outubro de cerca de cinco mil milhões, será que está no orçamento, ou vão aos mercados?….. Ninguém quer ver a conta corrente da dívida? Eu quero saber, euro a euro, oque já pagámos e a quem pagámos, a que juros, e o que falta pagar , a quem e a que juros. Serei só eu que me preocupo com esta coisa?
Também quero saber qual o nosso saldo orçamental “primário” sem o serviço da dívida. Baralham tudo e já ninguém quer saber de coisa nenhuma. Há até quem nem queira ver o recibo de vencimento. Um povo de avestruzes , ou de maus hábitos diria eu, só tiram a cabeça da areia quando os débitos automáticos começarem a vir rejeitados pelo banco ?
É assim também com a política em geral. Já “só querem é ser felizes”. Bom proveito. Entretanto há já quem não tenha nenhuma hipótese de o ser. Por exemplo as gerações futuras que terão de pagar a dívida. Ou acham que não é para pagar como o nosso génio Sócrates? Há por aí muitos génios assim. Pois , mas eu gosto de pagar o que devo. Claro, a juros JUSTOS ,de outra forma, é impossível, teremos de começar a vender território e isso, também não. Acho que devemos pagar o capital emprestado mais um juro justo, quem disse que nós somos ricos para enriquecer quem investiu em dívida pública portuguesa? Mas se não pagarmos quem nos financiará? Há que reestruturar com muita calma e pouco alarido. Negociar juros e prazos. SEM ALARIDOS idiotas típicos de certa esquerda que tornarão a operação de reestruturação completamente contraproducente.

avestruz

Anúncios




Um fado que não me sai da cabeça

17 08 2014

Já expliquei aqui que meu pai comentava sempre com a expressão “Povo que lavas no rio…” os escândalos financeiros , a corrupção, a lei dos “pobres que paguem a crise” . Como a letra deste poema de Pedro Homem de Mello lhe dizia tanto , e de tanto o postar aqui e no facebook agora não me sai da cabeça. Encontrei mais uma óptima interpretação:

Deviam traduzir a letra, o fado não é apenas uma tradiçãozinha deste “país do sul”…

Ps. Não era David Mourão Ferreira mas Pedro Homem de mello, perdão pelo lapso.





Pensando na corrida espanhola e não só

17 08 2014

Estou a pensar na corrida espanhola, não é a vuelta, é a tourada. Claro que os movimentos abolicionistas escolhem as fotos em que o touro agoniza, ou seja os casos de maus matadores, mas já tenho visto outras cenas que não são filmadas por pessoas anti-tourada. Parece que há cada vez menos matadores à antiga que faziam questão de fazer a estocada final de forma perfeita, com morte instantânea do animal. Agora parece sempre haver necessidade de ir à cervical, nunca acertam no coração, acho que se estão nas tintas e o público já não assobia em reprovação, até gosta de ver a agonia do animal. A degradação deste espectáculo é também resultado de cada vez menos gente educada querer ver esta barbaridade, da arte ser cada vez menos exigente, cada vez mais valer tudo, ser tudo touro. O público está cada vez mais abrutalhado , consistindo na sua maioria em machos alarves da entourage do negócio a que chamam aficion que levam família com filhos pequenos a ver sangue e martírio dos animais; há também alguns outros alarves que não são da entourage, nem entendem nada de regras antigas da tourada. E turistas desinformados e/ou alarves. O que é preciso é que haja sangue e para eles uma tourada com colhidas ainda é melhor, o resto pouco lhes interessa e depois dizem-se entendidos na “arte”. É que , quem mais gosta das colhidas não são os anti-touradas embora haja nesses movimentos gente que celebra as colhidas. Não é o meu caso. Quero a abolição pura e simples deste horror. Quero que a lei contra os maus tratos a animais não tenha nenhuma excepção, o touro é um animal como os outros , com a inteligência de uma criança de três anos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
E segue-se o Touro de la Vega , mais petições, alcaide socialista e o espectáculo mais degradante de Espanha ainda não será este ano que é abolido em Tordesilhas. E há os touros de júbilo, mais uma invenção dos infernos de Espanha.
Assinem as petições. Pelo menos já um dos horrores chamados touros de júbilo foi rejeitado por um município por pressão dos cidadãos. E todos somos cidadãos da Europa, quanto mais estrangeiros rejeitarem mais possibilidades há de que sintam vergonha!!!! Em plena Europa do século XXI todos estes massacres deveriam ser rejeitados a partir de cima, se o não são que o sejam a partir de baixo, do povo que na sua esmagadora maioria não tem interesse nenhum nesta MER… ou ESTÁ CONTRA!





Marianne (ou Ronaldo) talvez ainda por aí andes

5 08 2014

Nunca mais voltou mas pensei em finais mais felizes para a história em aberto desta raposinha. Talvez tenha encontrado a família, ou talvez tenha encontrado um Ronaldo ou um Reynaert, ou vice versa ,se a raposa era macho talvez tenha encontrado uma Marianne e tenham ido para a floresta profunda, longe dos homens que não são todos simpáticos, uns alimentam-nos, outros atiram-lhes os cães, outros dão-lhe tiros.
E assim pode ser que venham a ser felizes para sempre e tenham muitos raposinhos daqui a um ano 🙂

P.S. : Vai ser giro ver quantos internautas vão parar ao meu blog à procura do atletas …e sobretudo pensar no trabalho que vão ter para decifrar a mensagem 🙂





Pragas do Egipto, mas desta vez ao contrário…

5 08 2014

Ontem desejei-lhes ébola, mas não é boa ideia pois os israelitas viajam muito. E diziam logo que tinha sido o Hamas com guerra biológica, aí tinham o alibi para não deixar ninguém vivo -homens, mulheres , crianças e animais, nada ficaria na faixa de Gaza (como está no Livro). Então, com base no Livro lembrei-me de melhor: a série de pragas do Egipto recaírem sobre eles, uma atrás da outra, pela mesma ordem…. Mas mesmo assim não acreditariam que era sinal de Deus. Porque são duros de ouvido e de coração como comentou Jesus Cristo.
Estou-lhes com um “pó” ….





Marianne , dores de dentes , Israel e o genocídio

2 08 2014

Marianne ou Ronaldo, não tenho ainda a certeza, e se calhar não vou saber nunca, não apareceu ontem. Ou já caçou ou foi caçada. Inclino-me mais para esta última hipótese. O vizinho tem cães caçadores, se ela se aventurou a ir ver as galinhas, a matilha matou-a sem apelo nem agravo. Não é como na história do Reynaert, em que ele andava fugido mas estava convocado a responder perante o rei pelas tropelias que fazia que eram muitas. Este ,o meu raposinho, ou esta, tão novito não teria muitos pecados ainda. Parecendo que não, já começava a gostar do animalzinho. Até comprei ração de cão. Essa não se perde, considerando a quantidade de cães que por aqui andam soltos e abandonados.
Ainda tenho alguma esperança de que apareça hoje ou amnhã. Depois terei de ir a Leiria tirar os dois pontos do dente. A propósito de dente acabei a caixa dos antibióticos e agora já estou só a paracetamol. Parece estar a sarar lentamente. Foram duas semanas de ESE e Ibuprofeno ambos dissolvidos. O ibuprofeno em saquetas fui devolver , era impossível de engolir, queimava a garganta literalmente. Isto agora é assim põem no mercado o que bem lhes apetece, nem provam 🙂 . Não devolvi na farmácia onde comprei por isso o dinheiro não vou recuperar. Fica o aviso. Não comprem saquetas desse produto. Dissolvi os comprimidos como sempre fiz e farei. Mas apesar dos quilos de iogurte bífidus, os intestinos já não andavam muito bem. O estômago deve ser de aço, só passei mal quando andava a tomar de oito em oito horas, por iniciativa própria, que a médica reprovou, achou que de 12 em 12 bastava. E tinha razão.
A propósito de dor de dentes , é o que desejo assim, de imediato, aos responsáveis de Israel que , segundo a convenção de Genebra deviamm estar a responder por crimes contra a Humanidade. Uma vez que o Obama está preso pelo rabo, os judeus financiaram-lhe a campanha segundo dizem, só me resta desejar-lhes muito mal, portanto uma dor de dentes não chega , desejo-lhes Ébola, considerando que 75% da população concorda com o genocídio!!!!!!!!!!!!!