A catedral submersa

28 06 2009

[

Escreve Painopera , o divulgador no you tube  do vídeo que escolhi na data deste post , vídeo que entretanto desapareceu e que hoje substituí por outro também da Catedral Submersa: «This piece is based on an ancient Breton myth in which a cathedral, which is submerged underwater off the coast of the Island of Ys, rises up from the sea on certain mornings. Sounds can be heard of priests chanting, bells chiming, and the organ playing, from across the sea»

Mas possivelmente nem todos notam que a ouvem.

Resposta a minha irmã. com uma obra que a nossa mãe manteve “em mãos” durante muito tempo.





Pedro-na-escola: reflexões sobre exames e números

28 06 2009

A não perder os posts mais recentes do autor do blogue Pedro-na-escola sobre exames, sucesso e insucesso nos ditos e as estatísticas que não interessam a Sócrates, mas que são essenciais para quem queira mesmo diagnosticar os problemas na educação. E ainda sobre o especialista Tapscott.





Público: legislativas marcadas para 27 de Setembro

28 06 2009

27.06.2009 – 12h47 Sofia Rodrigues
Cavaco Silva foi sensível aos argumentos da maioria dos partidos políticos e decidiu marcar as eleições legislativas para dia 27 de Setembro, em data diferente das autárquicas que foram ontem marcadas para dia 11 de Outubro. “Entendo que, em matéria de marcação de eleições, a opinião dos partidos políticos deve ser especialmente considerada pelo Presidente da República”, justificou hoje Cavaco Silva, numa curta declaração na residência oficial.[…]

Pelo menos agora podemos saber quanto tempo ainda vai durar a temporada de fantochadas eleitorais do Governo, pagas por todos nós.

Acho bem que sejam separadas as datas das eleições legislativas e autárquicas. Há quem não queira votar numas mas queira votar noutras e vice versa. A abstenção não é proibida em Portugal embora o seja em países de democracia antiga, como (salvo erro) a Bélgica. Embora o voto branco tenha muito mais claro significado político, não permitindo interpretações e especulações abusivas e tenha a vantagem de influir no cálculo das maiorias, a abstenção é também um sinal político, embora esse “indicador” fique sujeito a todas as interpretações possíveis…





Obama, a reforma do sistema de saúde: discussão pública on line

28 06 2009

President Obama – Your Turn: Join the National Online Discussion on Health Care Reform





Música “erudita” há 35 mil anos

24 06 2009

Público:
Descoberta flauta em osso de grifo que é o instrumento musical mais antigo
Instrumento tem cerca de 35 mil anos
Descoberta flauta em osso de grifo que é o instrumento musical mais antigo
24.06.2009 – 21h25 Agências
Uma flauta de osso com mais de 35 mil anos encontrada no sudoeste da Alemanha é o instrumento musical mais antigo do mundo — os mais antigos que se conheciam até agora remontavam há 30 mil anos.

Doze pedaços da flauta, com 21,8 centímetros de comprimento e oito milímetros de diâmetro, foram encontrados em 2008 na gruta de Hohle Fels, perto de achados que têm entre 29 mil e 37 mil anos, relatam hoje os investigadores na revista Nature.

Ler mais

A página tem um link para o som de uma réplica da flauta, mas não consegui abrir.

Ver ainda wikipedia:

Music is found in every known culture, past and present, varying wildly between times and places. Scientists now believe that modern humans emerged from Africa 160,000 years ago. Around 50,000 years ago these humans began to disperse from Africa reaching all the habitable continents. Since all people of the world, including the most isolated tribal groups, have a form of music, scientists conclude that music must have been present in the ancestral population prior to the dispersal of humans around the world. Consequently music must have been in existence for at least 50,000 years and the first music must have been invented in Africa and then evolved to become a fundamental constituent of human life. […]





Chopin’s nocturne #20, op. posth.

21 06 2009

Dedicado à minha mãe, que hoje se libertou…
Que tenha sido assim, serenamente.





A seguir … atentamente

15 06 2009

O post de P. Guinote dobre a declaração de alguns professores publicada no Público.

Não comento muito, não posso, não tenho que entregar a ficha de auto avaliação.

Apenas digo que é uma atitude de coragem digna de admiração.