Vi a reportagem da TVI sobre Barrancos: nojo de viver neste país e não é só nojo de Barrancos

30 05 2019

O PAN não teve lá nenhum voto. Que admiração! A lei portuguesa mete-me nojo, é hipócrita, concordo. Muito mesmo. Mas pensava que havia matadores a sério em Barrancos. Os que conseguirem, vejam as imagens, o animal é atacado sucessivamente com a espada, o imbecil não faz a mínima ideia de como se mata um touro . NOJO de gente. Nem a aficion aprovaria o que eu vi, espero eu. Eu explico melhor a minha posição. Matar o touro na praça parece-me o ato mais humano de todo aquele espetáculo bárbaro. Pois o touro da tourada portuguesa vai ter de esperar, muitas vezes só é morto à segunda feira e foi lidado no sábado. A adrenalina vai passar e ele vai sofrer mesmo, sem cuidados veterinários, pois ninguém verifica o que lhe acontece, dizem que sim que há um veterinário. Não duvido, mas parece que até a carne lhe querem aproveitar , pelo que não o podem anestesiar!!!!!!!!!!!!!!!! Santa paciência isto é pior! Mas o que eu vi em Barrancos NÃO É MATAR O TOURO é espetar a espada por tentativa erro em tudo quanto é touro !!!!!!!!!! NOJO!!!!!!!!!!!!!!!!

Tenho vergonha de pertencer a um país onde se torturam animais para divertimento e muitos acham isso natural, tenho vergonha de viver num país onde morreram 113 pessoas por causa da monocultura de eucalipto e nada se fez , nadinha mesmo para evitar que aconteça outra vez, nada se fez para diversificar e reconverter a nossa floresta. A  França proibiu o eucalipto. Será que acham que a França não quer também ganhar com a produção de papel? Na Alemanha não há eucaliptos. Veio aqui um das celuloses numas jornadas técnicas dizer que é por não crescer lá. Pois , fui ver a distribuição do eucalipto na Austrália. Dá-se em todos os lados, espécies diferentes, todas eucaliptos, adaptadas a diferentes climas, a Austrália tem todos os climas. Mas eles acham que podem mentir às pessoas nos dias que correm, em que a informação nos está à distância de um click? Verifiquei bem : era um artigo científico e até defendia o eucalipto no Brasil…. o maior produtor de eucalipto depois da Índia  , estamos a falar de milhões de hectares plantados. Mas nós continuamos a ser os campeões mundiais na percentagem de território ocupado com eucaliptos E é para expandir, no Brasil, eles sabem que ele também se dá no Amazonas, dá-se em todo o lado no Brasil. Sei que me repito. Estes temas são recorrentes. Vou repetir mais e mais e nunca apagarei este blogue, vai ficar por aí muito depois de eu desaparecer. J’ACCUSE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

Agora só uma estocada final: quero lá saber que leiam ou não leiam o que escrevo, são poucos os que cá vêm e compreende-se . Não tenho perfil para ter blogues tipo corte real. Não tenho estofo para fazer jogo de cintura e jogar em vários tabuleiros com aqueles trejeitos de ar inteligente que os que fazem esse jogo costumam fazer. Não sou nem nunca serei dessa laia. Disse em quem ia votar. Outros não dizem , deixam -se pairar acima dos comuns mortais, se calhar dizem que votaram bloco a uns e a outros que talvez não, talvez CDU, na esquerda foi com certeza, pois infelizmente, este tipo de pessoas abunda nas hostes da esquerda com vidinha muito composta, casa e carrinho decente.

Alguém sabe mesmo o significado da palavra responsabilidade neste país?  Ninguém é responsável pela morte de 113 pessoas civis nos incêndios de 2017? Foi a Ofélia em Outubro? E em Junho ? O Ofélio?

Lembrei-me de outra coisa: o fenómeno nazi e o processo que se seguiu. Informem-se sobre  Bauer. Tentou, na sua função de procurador, chegar ao conceito de responsabilidade coletiva. Informem-se, embora não vá servir de nada, nem vão ver a relação com o que estou a dizer. A esquerda e os que se dizem de esquerda acham sempre que nunca são responsáveis por nada de mau. Cresçam!