Lei da razia da floresta nativa: estou a aguardar o ofício da Câmara a dar o dito por não dito

23 03 2019

Tenho cópia do despacho do Presidente do Município de Vila Nova de Poiares em que me era dado o benefício de excepção à lei da razia florestal que agora me disseram que iria ser revogado. Não vou ainda colocar a carta aqui, espero que chegue por escrito o novo ofício e depois divulgarei aqui ambos os despachos . Aqui e no facebook. Aqui e talvez noutros sítios . Quase de certeza que me vão dizer para solicitar a exceção ao ICNF. Como sei que este Instituto serve apenas para gastar o dinheiro dos contribuintes para pagar a técnicos que nada fazem para além de passar licenças de caça e informar mal as pessoas, vai ser de certo negativa a resposta pois essa é a forma fácil de despachar o cidadão que lhes é desconhecido. Portanto, com o meu dinheiro dos impostos que pago , eles ganham dinheiro e eu vou gastar mais dinheiro em burocracias, para receber negas. Se for a tribunal, vou gastar mais dinheiro enquanto os meus impostos vão servir ao executivo camarário para pagar aos advogados da Câmara, por isso pago duas vezes e normalmente não é o cidadão que ganha ações deste tipo neste desgraçado país de coronéis que nem isso são. De facto, eu cortei um pinhal frondoso com belíssimos exemplares de pinaster , por ser essa a exigência da  Câmara para obter a tal exceção e agora retiram-me a esceção já atribuída , mas não posso reconstituir o pinhal arrasado, pois, ao contrário do executivo camarário, eu não viajo no tempo e os pinheiros já estarão transformados em pranchas para paletes para outros ganharem bom dinheiro.

Por isso apenas me resta denunciar. Denunciar , denunciar. E fá-lo-ei sobretudo se me vierem cá autuar. Aí , ou me dá um AVC e espero que a minha família denuncie , onde lhe for possível, ou não tenho AVC  e tentarei por todos os meios que o país venha a saber como é tratada a floresta nativa em Portugal. Como estão automaticamente livres de autos os amigalhaços de alguém bem colocado que têm eucaliptais a dois por dois (se tanto) a menos de  20 metros (se tanto) de casas, como são livres de autos as celuloses que têm muitos eucaliptais por tratar nas ditas faixas de proteção, pois eles também abandonam os eucaliptais quando deixam de produzir o que lhes interessa, como são livres de autos os que andam de noite a plantar novos eucaliptos em áreas onde antes era pinhal.

Anúncios