Abriu a campanha , deixei de ver telejornais

16 03 2019

Vou fazer  greve às notícias prime time portuguesas. Ou melhor, ver o menos possível .

Agora estou no processo de fazer doce de laranja amarga, algo que dura vários dias. Durante o trabalho é possível ver um filmezeco qualquer. Vi vários :”Reservation road”, drama bem construído, ” Identity” , ou algo assim, confuso q .b., hoje foi “K19, the widow maker”, Harrison Ford a fazer de comandante de submarino nuclear russo.  ” Extremely loud , incredibly close “, interessante para quem estiver interessado no síndrome de Asperger. Recuso-me a seguir na 2  a série israelita “Hostages”, tenham santa paciência, uma seriezeca de polícias contra situações de sequestro em Tel Aviv como se tudo se passasse na Califórnia , em Beverly Hills por exemplo, e eu a lembrar-me a todo o momento dos territórios ocupados… enfim. Vou vendo os filmezecos americanos , enquanto espero por nova temporada da série “O Restaurante” , devo dizer que fui ver a tradução de” Var tid är nu”, o melhor que encontrei foi “Todo o tempo é agora” , mas não sei se está bem, será por não terem encontrado tradutor que simplesmente lhe chamaram “o restaurante”? Entretanto , uma vez por semana há o “Das Boot” no canal AMC se não me engano. Também sigo com muito interesse.

Escusado será dizer que não tenho os canais pagos de cinema . Não vale a pena , passados uns anos,não muitos, os filmes estão nos outros canais. E não, é mesmo verdade, não saco nem filmes nem música (só a do You tube) nem quero mesmo ver filmes pirateados.

Anúncios