PISA: que é dela?

19 02 2016

O relatório 2015 ainda não saíu, será em Dezembro deste ano. Não vou ler de novo os relatórios anteriores , mas lembro-me que a análise feita no nosso país não correlacionava os resultados com a situação socioeconómica dos alunos, mas com a formação dos pais e sobretudo o interesse que os pais e encarregados de educação mostravam no acompanhamento dos seus filhos/educandos. Essa conclusão era falsa? Alterou-se entretanto? Compreende-se a importância dessa ausência de correlação (sabemos que pode , de facto, haver muito desinteresse por parte de pais muito bem instalados na vida), pois . se essa ausência (ou fraca correlação) se mantiver, então, não são medidas de aumentos de salários que vão resolver problemas de desempenho na Leitura, na Matemática e nas Ciências (esses são  os dados constantes dos relatórios  PISA).

Já há  algum tempo que estou reformada, mas posso dizer que enquanto estive no activo constatei isto mesmo, ou seja, os resultados dos meus alunos estavam muito mais ligados ao interesse dos pais pela vida escolar dos filhos do que à formação académica dos progenitores ou E.E. e estavam muito menos ligados à riqueza ou profissão destes. Não fiz nenhum estudo científico, é apenas um feeling. Verifiquei o óbvio: filhos de profs , advogados e médicos tinham melhores resultados desde muito cedo (embora nem sempre….). Mas esses são os tais que estão no topo dos resultados (embora nem sempre…).  E calculo porquê. Chegam, de forma geral, mais cedo ao gosto pela leitura, têm acessibilidades à linguagem padrão muito superiores aos demais e  exercitam o raciocínio abstracto formal quase sempre muito mais cedo. Por isso estou mais interessada em ver o que se passa na restante massa de alunos , onde também existem resultados muito bons, bons e médios altos e não apenas  resultados baixos e muito baixos.

Isto que aqui digo é apenas um contributo para uma reflexão sobre o papel da escola, não pretendo concluir nada a não ser o óbvio: os aumentos de salários não se refletem de forma linear nos resultados escolares dos filhos ou educandos….

Em relação ao papel da escola já agora acrescento ou repito o que sempre afirmei: a pior selectividade escolar é aquela que resulta de uma nivelação por baixo, de onde resulta inevitavelmente que os que querem que o seu esforço seja recompensado achem que estão a perder tempo na escola pública que por baixo nivela ou em alguma escola pública que o faz …. ou seja a escola que abandona a sua missão (tão batida) de assegurar oportunidades de ascenção social ou seja de redistribuição de conhecimentos e a partir daí, de “oportunidades”, palavra que foi tão corrompida pelo governo de Sócrates que acho bem que se arrange outra, pois esta está inquinada por muitos anos….. O governo de Crato foi uma inexistência … é a ideia que tenho. Um disparate aqui outro ali, uma correção aqui, outra ali, e no final tudo ficou na mesma ou pior ( se tal é possível , o que duvido) , sobretudo no que diz respeito ao ensino vocacional e profissional ,apesar das “tiradas” para pategos do ministro, mais ou menos germanófilas ou nordicófilas, que foram imediatamente aproveitadas pela esquerda e pela direita para provar a sua forma de ver o mundo e a bondade ou maldade do governo de Pedro Passos Coelho.

Pena que haja mesmo uma espécie de cegueira de parte a parte, de surdez e ninguém ouça ninguém, é mais fácil ficar nas zonas de conforto de cada qual, compreende-se … mas é pena , pois assim, andamos sempre na mesma, mais solavanco menos solavanco.

As estradas ICs  continuam na mesma, perigosas , mau piso, apinhadas de automóveis. Entretanto as autoestradas são caras, eram talvez desnecessárias, mas estão construídas e são infraestruturas utilizadas muito longe da sua optimização: o mesmo se passa com o nosso sistema de ensino público. Temos espaços , temos professores para fazer turmas mais pequenas, mas pagar ao pessoal docente e não docente, fazer a manutenção dos espaços já criados e a intervenção necessária nas escolas onde tudo está como estava há 30 anos, como se faz tudo isto sem dinheiro?


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: