” A tortura que é a Democracia”

17 12 2015

Este deveria ter sido o livro que J .S . Pinto de Sousa deveria ter escrito. Pois para ele é uma selvajaria, um terror, uma violência, uma violação, uma tortura ter de viver num Estado de Direito. Lembro-me bem como tentou amordaçar toda a gente que se lhe opôs quando era primeiro ministro. Relembro a perseguição ao autor do blogue “O Portugal Profundo”. Hoje , depois de partilhar no facebook , venho aqui citar e colocar o link do último post do autor do Portugal Profundo sobre a “entrevista” à TVI daquela pessoa acima indicada pelas iniciais e últimos apelidos e que é conhecida por “Sócrates” entre outros nomes.

“A entrevista (vamos fazer de conta que foi uma entrevista…) de cerca de uma hora deteve-se nos aspetos formais da prisão e da alegada violação do segredo de justiça. E na vitimização (horror, selvajaria, violência…). Aproveitou ainda para o insulto contra o procurador Rosário Teixeira, o juiz Carlos Alexandre, e os inspetores, justificando a sua indiciação e prisão não nos factos que terá praticado, mas no presumido «cinismo» e «ódio pessoal», à mistura com graves e falsas acusações de ilegalidades que estes promotores da justiça teriam praticado. Recebido à porta dos estúdios, pelo seu fiel Sérgio Figueiredo, (o do «gosto de Sócrates») e uma escolta, como se de um rei se tratasse, à maneira pomposa do tempo em que era primeiro-ministro.[…]” Há mais , vale a pena ler tudo.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: