Não esquecer as palavras de Arménio Carlos ontem sobre concertação social

13 11 2015

É no parlamento que se discutem  e decidem estas questões laborais foi algo assim que disse. Pode-se ver a repetição nas notícias e TV de ontem e mesmo de hoje. Bem. Não fosse ele uma pessoa que parece moderada e pacata e não parecendo, como outros, estar a aproveitar-se do cargo para passeatas, férias de luxo, charutos cubanos, eu até me deliciaria de o ver um dia destes ter de engolir as palavras. Assim, é só lamentável a inconsistência. Não é bem inconsistência, uma vez que sempre a CGTP se esteve nas tintas para a concertação social, mas também para o parlamento quando a maioria era de “direita”. Era a “luta dos trabalhadores ” é que contava, com greves e manifs. Agora é o Parlamento que conta. Se é evolução dentro da CGTP (e PCP) então pode ser bom sinal. Mas eu não concordo, não acho que o salário mínimo deva ser determinado unilateralmente pelo parlamento. O mesmo em relação à legislação laboral. Nunca achei. O parlamento não deve determinar o que o sector privado tem de fazer sobretudo se esse sector privado for tão diversificado como é o nosso. Há empresas que podem pagar mais, outras que não. Há sempre que adicionar a contribuição patronal para a Segurança Social, não esquecer isso.Querem aumentar o desemprego e o trabalho ilegal?  Ou vão diminuir a TSU das empresas? E onde estão as verbas para cobrir a diminuição da receita na Segurança Social?

O que pretendem fazer ao país ? Que emigre mais gente ?


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: