Já estão no lagar e quanto ao resto seja o que Deus quiser…,

7 11 2015

vcm_s_kf_repr_882x589

Como se vê, a produção não é esmagadora. Menos 40 kg do que em 2013 e deve dar azeite menos bom. As azeitonas amadureceram depressa demais, muitas com bicho, enfim a ver vamos. Desta vez o lagar é outro, pois o de 2013 cujo trabalho e preço muito apreciei, infelizmente mudou-se para longe. O lagar onde deixámos as azeitonas deste ano tem produção a frio. Não dá para comparar no que respeito ao método frio ou quente, pois a qualidade da azeitona é diferente, acho que este ano vamos ter azeite com maior acidez dado que nesta zona está demasiado madura. Toda o pessoal andou a colher a ver se se salvava a produção. O normal seria mais tarde, em 2013 colhemos em final de Novembro, estava frio, elas, as azeitonas, aguentaram-se bem enquanto esperavam para ser espremidas. E não tinham bicho nenhum. Sempre sem “curas”, não há tempo e quero-as biológicas :-). Ainda temos uns litros desse azeite de 2013, muito bom mesmo.

Depois direi como ficou o deste ano.

Pensar nestas coisas é bem melhor do que pensar noutras. Mas pode seguir-se a mesma filosofia. Fizemos o que pudemos, agora, seja o que Deus quiser! Não vou rezar pelo azeite, mas tenho rezado pelo país. “Beatices”, pensarão alguns (que repetem os preconceitos que criticam noutros), a esses direi: “Seja o que Deus quiser”…

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: