Serial killer Amanita Phalloides e outras considerações sobre cogumelos

4 11 2015

Amanita_phalloides

vcm_s_kf_repr_884x589
Já se riram muito com o nome? Então agora parem de rir e tomem atenção.
Já aqui escrevi sobre estes cogumelos e uma vez mais insisto em apresentá-los, está na época deles (dos denominados míscaros, que podem ser tudo e mais alguma coisa nesta terra do mais ou menos bom, mais ou menos mau e que, portanto, podem ser confundidos com estes amanitas phalloides) , aqui ficam as fotos para que os reconheçam bem e possam evitar a degradação irreversível do fígado e consequente morte se não existir dador compatível para transplante.

Os que são vendidos normalmente como míscaros são também venenosos, é incrível que estejam à venda. Não se devem comer esses ditos míscaros em grande quantidade, por isso, porque o povo sabe disso, são normalmente cozinhados em “arroz de míscaro”, o que resulta em um cogumelo aqui outro ali num prato de arroz.

As classificações ajudam, mas não podem ou não deveriam ser feitas por qualquer um que lhe apeteça fazer classificações. A designação de “míscaros” deveria ser unívoca, seria necessário começar por definir o que é e o que não é um míscaro. Também convinha falar de venenos fatais e outros não fatais de imediato, mas que se podem acumular no organismo e causar também danos irreversíveis mas mais lentos.

Não estou à espera de que venha um cogumelo e se classifique a si mesmo , através de um cartaz pequenino que cresceria com ele, juntamente com a sua designação latina. Mas não podemos ir na conversa de qualquer classificador que não apresente credenciais na matéria, o google ajuda, a wiki também , mas: não comam cogumelos selvagens sem terem 100% de certeza sobre o que eles são de facto, a sua verdadeira natureza, a sua composição química, estão a compreender? Há especialistas que criaram programas informáticos para identificação. Mas somos nós que temos que comparar o cogumelo que temos na mão com as características descritas no programa. Nesse processo, pode haver erros.

Há pessoas que nunca erram , claro que sim, há sempre os que são “especialistas” e dão lições a toda a gente sobre cogumelos e não só. Há também quem siga esses especialistas, o que nem sempre corre bem.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: