Ainda sobre o border collie e o trabalho dos animais

12 05 2015

Não tenho qualquer razão para condenar os que adquirem este cão para aquilo para que foram “criados”, ou seja, seleccionados ao longo de muito tempo. São pastores e é desse trabalho que parecem gostar. Tomar conta de outros animais, agrupá-los, agregá-los, conduzi-los para onde o dono manda, ir buscar os elementos do rebanho que querem dar umas curvas noutras paragens🙂, sempre sem magoar , pelo contrário, arriscando-se a serem magoados, se o gado for mais pesado como podemos ver num dos vídeos. O collie border pode dispensar emprego para pastores? Pois pode, mas acham que há muita gente a concorrer para este tipo de trabalho? Uma apostinha que não há!!!!!
Diga-se de passagem que também em relação aos huskies a mesma questão se põe, são cães de trabalho, para puxar trenós na neve. Foi para isso que foram seleccionados. O mesmo em relação ao rottweiler: é uma raça antiga, um pastor seleccionado para proteger o rebanho dos lobos. O problema é que essas raças estão no desemprego e o que fazem os humanos? Compram-nos e fecham-nos em espaços reduzidos, em países de temperaturas completamente desadequadas, sem lhes proporcionarem o exercício de que precisam, e depois queixam-se dos disturbios comportamentais e/ou abandonam-nos.
Não sou radical, acho que não faz mal nenhum a um burro ou cavalo puxar uma carroça desde que não se abuse deles , como muitos fazem levando alguns à morte por exaustão. Mas são animais seleccionados para essas actividades, com conta, peso e medida, eles até não se importam, se treinados de forma positiva, com reforços positivos e não à pancada. Os border collie são treinados assim, acho eu, mas há algo que não acho bem: não são animais de circo e os concursos que existem fazem deles acrobatas de circo. Aí já não me parece bem, mas mesmo isso é melhor do que tê-los em casa , passeá-los a passo, e pouco mais. Isto é criminoso, é um cão que precisa de muito exercício, que adora desafios, que não consegue estar quieto! Há muitas raças semelhantes , a precisar de muito exercício. Por exemplo, o pitbull, que acho simplesmente um produto de laboratório especificamente criado para ganhar dinheiro com a luta de cães. Esse, lamento dizer mas acho que devia ser extinto . Isto é , devia ser proibida a criação e a esterilização deveria ser obrigatória. Não é o caso do rottweiler, raça muito mais antiga e que precisa de ter a ocupação para que foi criado, ou algo que verdadeiramente a substitua, por isso não devia ser permitido a qualquer um ter um rottweiler, o mesmo se aplica ao pitbull, só mesmo pessoas responsáveis. Como controlar? Difícil, mesmo muito difícil. Mas esses animais precisam de muito exercício, mesmo muito! Quem viu os programas do Cesar Milan (The dog whisperer) sabe como é. E sabe também que é o pitbull o animal mais frequentemente dispensado pelos donos, entregue a quem os possa treinar. Cesar tem muitos e tem espaço para isso, uma amiga de Cesar tem uma herdade cheia de pitbulls abandonados. Tudo isto para dizer que há animalistas radicais cujo radicalismo é contraproducente: proibir as carroças ou controlar os donos de animais de trabalho? É que a alternativa é irem para o matadouro. Quanto ao touro bravo, embora não seja o tema que queria abordar, já todos sabem o que penso, e se não for possível colocá-los em santuário (e acabar de vez com a barbaridade das touradas), então acho que é melhor que se extinga a raça, uma raça que só foi criada para sofrer horrores numa praça cheia de imbecis.
Ainda não decidi o que vou fazer , pois , em quinta não vedada e tendo o meu parceiro planos para criar aves ao ar livre, o que eu precisava mesmo era de um border collie🙂
Portanto, que faz um border collie (ou um pitbull, um rottweiler, um husky, um cão activo…), metido em casa num apartamento ou preso num pátio?
A mensagem que quero deixar é mesmo aquela que aqui escrevi e não mais do que isso, mas, se quiserem extrapolar esta ideia como metáfora para algumas pessoas, façam favor de dar largas à imaginação🙂


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: