“Frames” , responsabilidade e a solução do meu gato

10 04 2015

Estou a pensar nos obstáculos que podem constituir os nossos quadros mentais rígidos , face à necessidade que temos de nos unirmos para um objectivo comum: o de fazer o país crescer , o de consolidarmos as contas públicas de forma a tornar possível a redução progressiva da dívida que de outra forma deixamos às gerações vindouras. Gerações essas que, tendo em conta que muitos emigraram e muitos têm vivido à conta dos papás no activo ou na reforma, dificilmente a irão pagar… por isso , é melhor pagarmos ainda nesta geração , a mesma que criou a dívida, a que estragou os filhos com mimos. Pode ser?
Que tal começar por não achar que este governo fez TUDO mal? Era um bom começo para encontrarmos uma solução, ainda nesta geração. Que tal cada partido fazer uma lista de coisas boas e coisas más que fez quando esteve no governo? Ou mesmo quando esteve na oposição? Era um exercício muito terapêutico para a nossa democracia.
Infelizmente é muito mais fácil continuarmos com os nossos quadros simplórios: a esquerda é boa , a direita é má. A esquerda defende os pobres , a direita defende os ricos e prontos! Assim é mesmo mais fácil e andamos todos encarneirados e sossegadinhos, pois nós, cada um de nós, nunca se sente responsável por coisa nenhuma….
Agora uma pequena comparação que esperem não levem a mal, até porque gosto muito deste meu gato. Quando chegaram os pintores, que deveriam ser uns oito, o referido gato entrou em pânico. O apartamento estava quase vazio, não havia esconderijo possível com duas saídas, como os gatos sempre gostam de escolher como refúgio. Assim sendo, encontrou a melhor solução: entrou para debaixo da coberta da cama e ali ficou quietinho (estratégia aliás semelhante à avestruz, segundo consta). Ele achará que não vendo o mundo, o mundo não está lá e não o vê a ele. Como conheço o meu gato verifiquei imediatamente onde estava e avisei os pintores de que aquele alto na cama era um gato e por isso não colocassem nada pesado em cima, como uma televisão😦
Assim reagimos alguns de nós. Mas atenção , podemos apanhar com um piano em cima ( estou-me a lembrar do Roger Rabbit)🙂


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: