O lema infantil “que se lixe a troika” e “rule Britannia”

27 01 2013

Pois tenho que ficar a falar sozinha. Se tiver de ser , será. Não suporto esta palavra de ordem. Já o disse muitas vezes aqui. NUNCA VI nenhum cartaz a dizer “queremos sair do euro”. Não vi eu e desafio tudo e todos a divulgar fotos com essa palavra de ordem. Digo e repito: um povo adulto não grita “que se lixe a troika” depois de se endividar à dita, um povo adulto equaciona o problema de sair do euro, preparando devidamente essa saída, mas garantindo financiamentos e credibilidade internacional. O Banco de Portugal pode mandar a casa da moeda imprimir escudos, contos, muitos, muitos. E depois ? Pagamos aos nossos funcionários públicos e pensionistas com essas notas, desvalorizamos o escudo e entretanto esperamos que as exportações cresçam. Mas entretanto como vamos pagar as importações com um escudo desvalorizado? Temos a gasolina e o gasóleo aos preços que sabemos, imaginem com um escudo a não valer nada. As empresas exportadoras precisam do gasóleo ou da electricidade. Esta precisa do gasóleo ou coisa parecida derivada do petróleo. Ou seja inflação garantida a par da recessão que continuaria por uns tempos. Não há milagres.
A nossa balança comercial melhorou entretanto. Por isso talvez até fosse possível sair da crise mas só a credibilidade internacional nos permitiria continuar a obter financiamento . Não pagar e isolarmo-nos? Todas as torneiras se fechariam. Não somos a Inglaterra que se pode dar ao luxo de questionar a sua permanência na União Europeia, que no euro nunca estiveram. Aliás sempre estiveram na UE com um pé dentro e outro fora. Agora as decisões da UE a 27 a respeito da política orçamental estão a fazer comichão, caspa e oleosidade no couro cabeludo dos súbditos de Sua majestade. Cameron que, entretanto, já se informou dos autores da canção mais conhecida do Império a “Rule Britannia”, aproveita a onda eurofóbica.
Já agora os nossos nacionalistas sabem os autores do nosso Hino? É que a Rule Britannia não é o Hino Nacional do Reino Unido. Letterman não continuou o interrogatório, mas aí não era grave pois não se sabe ao certo. quem foi o autor do “God Save the Queen”.

Rule, Britannia!” is a British patriotic song, originating from the poem “Rule, Britannia” by James Thomson and set to music by Thomas Arne in 1740.[

Quanto ao nosso Hino: “A Portuguesa” foi composta em 1890, com letra de Henrique Lopes de Mendonça e música de Alfredo Keil
Não se esqueçam de cantá-lo na manif.
Esqueci-me de referir os Links importantes para a manif. Aqui estão:
http://expresso.sapo.pt/movimento-anti-itroikai-volta-as-ruas-em-marco=f782397
http://educar.wordpress.com/2013/01/27/convocando/

Mais uma nota : Elgar é o criador da “Pompa e circunstância” , música muito apreciada pelo Partido Socialista. Podem assim, sei lá, musicar a letra do poema “que se lixe a troika”…


Ações

Information

3 responses

27 01 2013
Paulo Guinote

Correcção de carácter historiográfico. “A Portuguesa” foi o hino anti-britânico criado em 1890 na sequência do Ultimato e foi adoptado como uma esp+ecie de hino informal do PRP, tornando-se hino “nacional” apenas de pois do 4 de Outubro.

Gostar

27 01 2013
Paulo Guinote

“espécie”

Gostar

27 01 2013
mcgs07

Obrigada pela informação, sabia que era republicano, anti britânico confesso não sabia. Ainda bem, assim percebo melhor o “às armas”… Até gostava muito dessa parte do hino quando era jovem e andava na festa do 25 de Abril.

Gostar

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: