Transcrição … (mais posts fracturantes)

30 06 2012

Transcrição de intervenções minhas no facebook, aqui em texto mais organizado:

Este país fecha ao sábado , a Holanda por exemplo trabalha todo o sábado em todos os sectores comerciais. Alguns até fecham mais tarde. As grandes superfícies não conseguiram rebentar com o comércio mais pequeno , claro que há outros factores de sucesso, como a organização,a logística, a motivação, e o rendimento, mas os horários são fundamentais. Na Holanda , o comércio fecha segunda-feira de manhã geralmente.

Por que razão as empresas de serviços públicos como EDP, CTT, PT, o sector privado de serviços (bancos ) e sobretudo outros serviços que podem funcionar à distância fecham ao fim de semana, quando tudo se pode fazer via email a partir de casa? Só os professores é que têm que corrigir testes e exames ao sábado e domingo? A amazon é empresa de sucesso? Num sector que todos acham estar condenado a ficar dependente dos manuais escolares e portanto, do Estado indirectamente, parece haver algumas empresas que se modernizaram e dominaram o principal neste sector: o marketing, a distribuição , a logística.

Não perceberam ainda que estamos em emergência? Não há ninguém nos sindicatos que perceba que estão a ser força de bloqueio ao emprego parcial ou a partir de casa? A Holanda tem muito emprego a tempo parcial e dá-se bem com o sistema, mas não há sindicatos a bloquear essa possibilidade, ou se há não conseguiram.

Não perceberam que o objectivo fundamental deve ser o de manter o emprego e para isso há que estabelecer atempadamente acordos de empresa entre patrões e empregados em vez das manifs sem objectivo nem rumo e insultos aos ministros. não temos governantes com carisma para um New Deal à portuguesa? Então há que fazê-lo empresa a empresa. Mas isto não convém ao crescimento dos votos no PCP e mesmo PS. Além do mais, os dirigentes das centrais ligadas a esses partidos estão bem obrigada, não correm risco de desemprego.

Relembrar que estamos a 30 de Junho de 2012 no meio de uma crise séria, à qual já não escapam nem Alemanha nem EUA. Não estamos no século XX em boom industrial, nem no século XIX nos primórdios da industrialização na Europa continental. Estamos numa época diferente, em que a bolsa especulativa comanda tudo, as empresas de rating estão a “rankar” empresas de sucesso com notas que não merecem, recebem B por estarem a operar num país B, à partida, sem dó nem piedade. Porquê? porque essas empresas de rating podem fazê-lo e os investidores seguem os conselhos desses voyeurs, ou firmas de observaçao ginecológica, que não produzem nada, nada arriscam, só observam os outros, os que produzem !!!!!!!! Vou ser mais incisiva ou seja vou baixar o nível de linguagem mas em Holandês, citando um amigo: essas “empresas de rating e consulting são “kuttekijkers”!!! Ou seja, deviam operar no mercado da pornografia. A economia dos países é uma coisa séria para gente séria , ou devia ser.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: