Pinho no seu melhor

3 06 2011

Agora ficámos a saber que Valter Lemos pode chegar a candidato a primeiro ministro.Tem o requisito exigido por Manuel Pinho: já foi secretário de Estado.

 Já Obama não tem, nunca foi secretário de Estado, mas não há problema, pensará Pinho, na América não há primeiro ministro.

Anúncios




Verão e perigos associados

3 06 2011

Uma vez desencadeada a máquina de filmar, não posso deixar de registar alguns alertas:

– Cuidado com as piscinas e a água do mar: exigir ver as análises à água. Nós e as crianças engolimos água mesmo que não queiramos.

– Muito cuidado com piscinas pouco profundas: nunca mergulhar de cabeça nem deixar as crianças (ou jovens adultos impulsivos) fazê-lo. A piscina de São Pedro de Moel tem cadastro sinistro, apesar do aviso de proibição de mergulhar, que ninguém respeita, na zona dos 90cm.

– Lavar bem os legumes que são comidos crus, deixando-os uma hora em água preparada com 10 gotas de lixívia por cada litro. Cozer os legumes não lhes retira as propriedades, por exemplo, a vitamina C só é destruída pela luz solar, não pela temperatura.





Lembretes, medos e filmes (para maiores de 16)

3 06 2011

Dia 5 de Junho:

Desparasitar interna e externamente …o gato.

Curar as árvores que já deram fruto.

Tomar a decisão que tem sido adiada de cortar a roseira, perdão, a laranjeira embravecida, que ultimamente só tem dado espinhos e laranjas muito azedas. Já foram cortadas umas ramadas fortes, ficou mais pequena mas não tem solução , os espinhos são perigosos para crianças. Ter de remover todos os anos, um a um, os espinhos enormes e fortes,  que crescem em todos os ramos que ficaram, é tarefa um pouco ridícula. A metáfora só falha na cor, ou talvez não , pois nestes anos que correm, a rosa transformou-se em  laranja (azeda para a maioria ) mas muito gostosa para os comensais das parcerias público-privadas e estou francamente convencida de que os grupos económicos mais fortes (e que se estão nas tintas para o país e para as pessoas) preferiam ver Sócrates reconduzido.

Esta mania da segurança é estrutural em mim, acho que herdei de meu pai . Vejo como num filme (que não posso parar) todos os acidentes possíveis (mesmo que sejam pouco verossímeis) ; acontecem na minha imaginação numa espécie de clips em câmara lenta mas que duram apenas segundos. Não acontece só com os acidentes. O filme corre também , independentemente da minha vontade,  relativamente a outros incidentes ou cenários possíveis. E parece que não sou decididamente optimista , pois, por muito interessante que pareça o filme, o unhappy end  corre sempre no cinema dentro de mim. É uma espécie de prévia adaptação à frustração. Mas pode ser paralizante, sei disso, e vou em frente quando necessário, caso contrário, há muito que não conduziria uma viatura nem entraria num avião. O mesmo em relação a investimentos: riscos sim, calculados, sempre.

Não vale a pena deixar aqui o trailer do filme chamado Sócrates III, pois não? (aqui está uma das razões para a classificação dos filmes…)

Entretanto já decidi, vou já desparatisar internamente o gato, ele anda com uns vómitos secos e uma tosse esquisita, podem ser os vermes a tentar passar para os pulmões…. (este filme também é giro, espero que o leitor já tenha tomado o pequeno almoço neste momento)

Estará  a acontecer isso também ao país? Passos Coelho, cuidado com eles, que já se estão a movimentar…

(actualizado o post às 15,28) agora vou ali comprar tabaco…