Pärt – Magnificat – King’s College Choir

9 04 2009

Continuando em harmonia com as escolhas de margotlorena.

Informação sobre Arvo Pärt: Arvo Pärt website

Anúncios




Sector automóvel: estatísticas ACAP e automóveis “tipo crise”

9 04 2009

Interessante consultar as estatísticas de Janeiro a Março ( download gratuito) no site da ACAP.
As marcas de maior share registam todas quebras muito significativas.

Mas lá estão os automóveis tipo crise, como a Ferrari, com variação positiva de 350% (ou seja foram já vendidos 9 enquanto no ano de 2008 só tinham sido vendidos 2 no período homólogo).





TSF (Março):Vendas no sector automóvel registam quebra de 43 por cento

9 04 2009

Contactado pela TSF, Hélder Pedro, da Associação Automóvel de Portugal, revela que estes números provam a necessidade de exigir medidas ao Governo.

«Neste momento o que a ACAP exige é que sejam tomadas rapidamente medidas que dinamizem o mercado automóvel, como está a ser feito por toda a Europa e como consta na comunicação europeia da semana passada», sublinhou.

«Estamos em diálogo com o Governo no sentido dessas medidas serem rapidamente implementadas. Achamos que esta descida, que era previsivel e que está a acontecer em outros países da União Europeia, exige medidas no sentido de dinamizar o mercado face aos indices de confiança negativos que temos dos consumidores que temos neste momento», afirmou.

De acordo com um comunicado da ACAP, as vendas de ligeiros de passageiros caíram 42,6 em Fevereiro por cento face a igual mês de 2007, «tendo sido vendidos menos 7300 veículos».

No mesmo mês, as vendas de comerciais ligeiros registaram uma queda de 38,2 por cento, «tendo sido vendidos menos 2.050 veículos», enquanto as vendas de pesados caíram 42,6 por cento.

Ainda assim há quem escape à crise, no mês passado foram vendidos em Portugal quatro Ferraris, dois Aston Martin e um Bentley.”





Diário digital:”Crise leva portugueses a comer mais arroz, atum e salsichas”

9 04 2009

Segundo apurou a TSF junto do grupo Jerónimo Martins, só em Janeiro e Fevereiro venderam-se mais quase 40% de ovos, salsichas e legumes secos embalados, sendo que, no atum e no arroz, o aumento no consumo foi de 25%.

Segundo os responsáveis do grupo que detém os supermercados Pingo Doce, Feira Nova e Recheio, existem «mudanças visíveis no aumento da procura de artigos alimentares mais básicos e mais baratos, de menor valor acrescentado, em detrimento de produtos mais caros».

Já o presidente da Associação de Produtores de Leite e Carne, José Campos Oliveira, revela que os portugueses «compram em cada vez menor quantidade, optando por uma alimentação mais à base de sopas e produtos mais baratos. Em algumas regiões o consumo de leite e carne diminuiu significativamente».
á no sector do peixe, o presidente da Associação de Armadores das Pescas Industriais, Miguel Cunha explica que os primeiros dois meses de 2009 trouxeram uma diminuição na procura das espécies mais caras, ao contrário do que aconteceu com o pescado mais barato, como o carapau, a cavala e a sarda, muito capturadas na costa portuguesa.»





Maria João Pires hoje no CCB

9 04 2009

Público: Guia do Lazer:

Maria João Pires e Ricardo Castro
Desde que, em 1970, venceu o Concurso Internacional Beethoven, em Bruxelas, Maria João Pires desenvolveu um currículo brilhante. É um dos maiores nomes mundiais do piano. Um concerto seu é sempre um acontecimento. A 9 de Abril, no CCB (Lisboa), divide o protagonismo com o pianista Ricardo Castro.
A importante discografia de Maria João Pires (valorizada em 1989 com a assinatura de um contrato exclusivo com a Deutsche Grammophon) associa-se ao investimento na vertente pedagógica e a uma vida de concertos nas grandes salas mundiais, ao lado dos mais conceituados maestros e orquestras. Depois de ter estado na sala lisboeta com o violoncelista russo Pavel Gomziakov (seu cúmplice habitual), a tocar peças de Chopin e Liszt, prossegue a temporada de artista associada do CCB com este convite a Ricardo Castro para um concerto a quatro mãos. O programa, desta vez, é dedicado a três compositores românticos: Schumann, Grieg e Schubert. PUBLICO.PT

 

Eis mais uma vantagem de se viver na capital.